Dia Internacional da Mulher tem programação especial em Nioaque

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, nesta terça-feira (8), a Coordenadoria de Politicas Publicas para as Mulheres e Secretaria de Assistência Social realizou nas dependências da Igreja Presbiteriana um grande evento para homenagear as mulheres de Nioaque.

A Secretária de Assistência Social Ilizanir Romeiro Serpa fez a abertura do evento agradecendo a presença de todas que ali compareceram para participar atentamente da programação estabelecida com apresentações musicais, desfile de profissões pelas crianças do CRAS e palestras de empoderamento, lembrando a luta contra a violência feminina e os cuidados da saúde e da beleza. A secretária ainda discorreu sobre a história do dia internacional da mulher que aconteceu da seguinte forma: No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

A palestrante Joilce Silveira Ramos, Delegada de Policia de Nioaque, falou das conquistas adquiridas no decorre dos últimos anos, da presença ativa e do empoderamento das mulheres nas diversas funções públicas do nosso país, chamando a atenção para o sistema de igualdade educacional entre meninos e meninas dentro circulo familiar nas atribuições de atividades domesticas. Entre as conquistas relatou o avanço de punições para as violências domesticas com a implantação da lei Maria da Penha que pune os agressores e promove a libertação das mulheres oprimidas dentro de um casamento falido.

A coordenadora substituta de politicas publica para as mulheres também agradeceu a presença de todos que lotaram o espaço no evento da coordenadoria.

Estiveram presentes o Vereador Presidente da Câmara Municipal, Valdecir Ferreira dos Reis que no uso da sua fala parabenizou as mulheres pela passagem do seu dia e o Prefeito Gerson Garcia Serpa, que também parabenizou todas as mulheres pela data comemorativa de relevante importância que ocorre em todo planeta. Homenagem justa a todas as mulheres que merecem o carinho e o respeito considerável pelo fato de ser a progenitora e finalizou com a frase; “O que seria dos homens se não fosse às mulheres.”

 

Confira também

Governo do Estado inicia a restauração de 11km da MS-480, em Batayporã

Com a ordem de serviço assinada, o Governo do Estado deu início, na segunda-feira (06), …