PMA autua fazendeiro em R$ 6,8 mil em MS

PMA autua fazendeiro em R$ 6,8 mil em MS
Por exploração de madeira de lei e outras espécies sem autorização do órgão ambiental Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste autuaram Ontem um fazendeiro, de 64 anos. Na fazenda, localizada no município, a PMA encontrou derrubadas, sete árvores da espécie Aroeira (espécie protegida por lei), sete árvores da espécie Cumbaru, duas árvores da espécie Angico, uma árvore da espécie Piúva e uma da espécie Amoreira, sem autorização ambiental. As árvores exploradas foram transformadas em postes para cerca, sendo apreendidos 31 postes de aroeira; 81 postes de angico; 17 postes de cumbaru; 13 postes de piúva e 13 postes de amoreira, totalizando 155 unidades de postes.
O fazendeiro, residente em Campo Grande foi autuado administrativamente e multado em R$ 6.800,00. Ele também responderá por crime ambiental. A pena é de um a dois anos de reclusão. A espécie vegetal aroeira é protegida por lei. A portaria 83-N de 1991 do IBAMA proíbe o corte da “aroeira” e de algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.