Morre funcionária do Hospital Regional esfaqueada dentro da unidade

A funcionária do Hospital Regional esfaqueada em frente a entrada principal da unidade nesta terça-feira (5) não resistiu aos ferimentos e morreu, segundo informações da assessoria de imprensa. Vilma Alves de Lima, 57 anos, foi atingida no braço e no abdômen, chegou a ser levada para o CTI (Centro de Terapia Intensiva, mas não resistiu aos ferimentos.

Ela trabalhava no setor administrativo das internações. Testemunhas viram ela conversando com um homem, ainda não identificado, logo após deixar o expediente, por volta das 16h40.

Um policial civil aposentado, que não quis se identificar, disse que foi ao hospital visitar um parente doente. Ele disse que viu a vítima conversando com o suspeito tranquilamente no saguão do local. “De repente ela gritou, saiu correndo e caiu no chão”, relatou. Devido aos ferimentos, a vítima perdeu grande quantidade de sangue.

A vítima foi socorrida pela equipe de enfermagem da própria unidade, segundo o coordenador de infraestrutura e logística da unidade, Julio Cesar Komiyama.

O suspeito estava de carro e conseguiu fugir após o crime. O porteiro José Ricardo Toledo estava na guarita quando avistou os gritos e chegou a avisar os colegas pelo rádio, mas eles não conseguiram conter o veículo.

Confira também

Prefeitura de Campo Grande abre nova licitação de R$ 5,1 milhões para concluir Centro de Belas Artes

A Prefeitura de Campo Grande abriu nesta quarta-feira (13) nova licitação, desta vez de R$ …