Empresa de softwares seleciona novos trabalhadores na Capital

Na hora da contratação, DígithoBrasil prioriza aspecto comportamental.
“Focamos na contratação dos profissionais priorizando o aspecto comportamental. Acreditamos que conhecimento é muito importante, mas compreendemos que pode ser ensinado. Pelas nossas experiências, observamos que o comportamento é muito mais difícil de ser modificado ou ajustado de acordo com os valores da empresa”, explica a psicóloga Miriam Gomes, da DígithoBrasil, empresa de desenvolvimento de softwares de Campo Grande. Trata-se de um novo olhar sobre os processos seletivos, nos quais as tradicionais entrevistas, testes de habilidades e questionários de personalidade cedem espaço ao contato direto com a equipe já nas primeiras etapas.
O método difundido pelo movimento Management 3.0, que desenvolve líderes para serem facilitadores em estruturas organizacionais inovadoras, inspiradoras e totalmente adaptáveis, tem como foco a avaliação da conduta, de hábitos e atitudes do candidato. Ao mesmo tempo, promove a integração com a equipe, permitindo que o futuro contratado também conheça a cultura da empresa. Os benefícios deste tipo de procedimento ainda considerado “moderno”, mas já utilizado há décadas por empresas de Tecnologia da Informação, são visíveis e destacados claramente por Miriam Gomes. “Além da equipe se sentir responsável pelo novo colaborador, conseguimos diminuir as resistências, problemas de adaptação e principalmente a rotatividade.
E o melhor, é válido para qualquer cargo ou função”, acrescenta. Conheça as etapas do processo de seleção Management 3.0 usado pela DígithoBrasil, uma das corporações pioneiras no Movimento Ágil no Mato Grosso do Sul, que é uma metodologia que visa garantir a satisfação do cliente entregando rapidamente e continuamente os serviços.
Etapas
1. Triagem e levantamento de perfil.
2. Avaliação comportamental: testes aplicados por meio da dinâmica de grupo e bate-papo com as equipes.
3. Avaliação técnica: período em que o candidato passa com sua futura equipe vivenciando a rotina do departamento, a partir de uma tarefa dada a ele. Nesse momento, observa-se a sua interação, como ele lida com problemas do dia a dia, como solicita ajuda, seu nível de conhecimento técnico e prático.
4. Entrevista final com a equipe: alinhamento de expectativas, dúvidas e observações de todo o grupo em relação ao candidato.
5. Proposta

Confira também

Com previsão de tempestade em Campo Grande, Marquinhos faz apelo: ‘fiquem em casa

O prefeito Marquinhos Trad fez um apelo para a população diante da previsão de fortes …