Home / policial / 2 homens são assassinados a facadas na Capital

2 homens são assassinados a facadas na Capital

Vítimas tinham 29 e 27 anos; autor de um dos crimes já está identificado.

Dois homens foram assassinados a facadas na madrugada deste domingo, 24 de janeiro, na periferia de Campo Grande. Nos dois casos, as vítimas tinham envolvimento com drogas, segundo depoimentos ouvidos pela Polícia Civil. As vítimas tinham 29 e 27 anos. O autor de um dos crimes já foi identificado. Um dos crimes aconteceu por volta das 5h30, no Jardim Itamaracá. A vítima é Vadinei da Silva Oliveira, de 29 anos. Ele foi encontrado caído no solo, na Rua Edson Quintino Mendes, por uma moradora que o conhecia.

A mulher acionou o Samu e relatou que Valdinei era dependente químico e tinha epilepsia. O médico atendente pediu que ela conversasse com a vítima, pois já estava encaminhando a viatura.  Os policiais chegaram ao local e também receberam do médico orientações de primeiros socorros, mas quando viraram a vítima para fazer a massagem cardíaca descobriram a perfuração de cerca de 3 centímetros do lado direito do tórax. Quando a equipe do Samu chegou a vítima já tinha morrido. O caso foi registrado como homicídio simples na Depac da Piratininga.

O outro homem assassinado foi identificado como Renan da Rocha Greff, de 27 anos. Ele foi encontrado, pela Polícia Militar, ainda com vida na Rua Eunice Weaver, no Bairro Santo Antônio, na Capital, por volta da 1h30. O socorro foi acionado, mas Renan não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Conforme o Boletim de Ocorrências, a vítima tinha lesões no maxilar e sobrancelha esquerda, possivelmente ocasionadas por perfurações de golpes de faca. Segundo o relato policial, havia câmeras de monitoramento perto do local do crime que podem ter captado imagens do fato.

O suposto autor do crime já foi identificado. Trata de um homem de 35 anos. Populares relataram que  vítima e autor tem envolvimento com tráfico de entorpecentes e esta seria a possível motivação do crime. Não foi localizada nenhuma testemunha do assassinato.   O caso foi registrado na Depac do Centro da Capital como homicídio simples.
(Fonte: Diariodigital)

Confira também

Name, filho e policiais aguardam transferência para Mossoró

Com inclusão emergencial e temporária na penitenciária federal de Campo Grande efetivada no último sábado …