Direito da UEMS em Dourados e Naviraí recebem “Selo de Qualidade OAB”

Os cursos de Direito das unidades de Dourados e de Naviraí, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), recebem nesta quarta-feira (13) o “Selo de Qualidade OAB Recomenda”, concedido pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O “selo de qualidade” será oferecido a 139 cursos de direito de todo o país que a entidade destaca pelo nível de ensino oferecido.

De acordo com a OAB, são utilizados os critérios objetivos de índices de aprovação no Exame de Ordem Unificado e de aprovação no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes).  O resultado de 139 cursos de direito recomendados pela OAB contempla cerca de 10% dos mais de 1.300 existentes no Brasil.

Para o vice-reitor da UEMS, Laércio Alves de Carvalho, este reconhecimento é de grande orgulho para a Instituição, “este resultado demonstra a qualidade dos nossos cursos, o comprometimento da administração, de docentes, técnicos e alunos para que os nossos cursos possam estar bem colocados no ranking nacional. Isso vai fazer diferença no mercado de trabalho, porque se leva em consideração a qualidade dos cursos onde os profissionais se formaram. Tendo um reconhecimento desse por um órgão tão importante como a OAB demonstra, realmente, que a UEMS está no caminho certo”, disse.

O curso de Direito da UEMS em Dourados foi reconhecido também em 2007/2009 e 2011/2012 com este Selo. O de Naviraí tem nota máxima no Enade (5) – apenas 3,5% dos Cursos de Direito no Brasil atingiram a nota máxima.

Segundo o presidente nacional da Ordem, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, esta é uma forma de estimular a qualidade do ensino jurídico em nosso país. “O Selo de Qualidade OAB Recomenda é uma forma de estimular a qualidade do ensino jurídico do Brasil, um convite a que as demais faculdades possam também ingressar nesse seleto time de bons índices de aprovações nos exames. O Brasil e os estudantes necessitam de mais qualidade na maioria dos cursos de direito do país”, explica Marcus Vinicius.

Selo

O Selo de Qualidade é editado a cada três anos e divulga periodicamente os cursos de Direito que mais se destacassem em cada Unidade da Federação. Em 1999, surgiu o “OAB Recomenda”, programa com o objetivo principal de enaltecer as instituições de ensino em Direito com regularidade de desempenho, sem jamais funcionar como um ranking entre as instituições ou um ainda um mecanismo de desaconselhamento de cursos.

Confira também

Termina dia 11 prazo de inscrição para concurso de procurador do Estado, com salário de R$ 25 mil

Termina no próximo dia 11 o prazo de inscrições para o concurso público para o …