Deputados terão mais recursos em MS

Em tempos de crise, emendas parlamentares quase dobram de valor
Neste ano, os recursos para as emendas parlamentares que possibilitam o atendimento a demandas de prefeituras e entidades assistenciais em todos os municípios de Mato Grosso do Sul será aumentado em quinhentos mil reais, chegando a R$ 1,5 milhão de reais por parlamentar. Estes recursos são provenientes do Fundo de Investimento Social (FIS) e os deputados beneficiaram, por meio de 599 emendas parlamentares, prefeituras e 283 entidades assistenciais. As emendas são elaboradas conforme as demandas apresentadas pelos deputados, que percorrem os municípios do Estado e conhecem as reais necessidades de cada região.
O volume total de recursos no valor de R$ 36 milhões é fruto do permanente diálogo entre o Governo do Estado e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. As emendas são indispensáveis para garantir a continuidade dos atendimentos prestados pelas entidades assistenciais e melhoria na infra estrutura dos municípios. Para os municípios, as emendas parlamentares representam mais investimentos e incremento nas finanças, sobretudo com a recente redução dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Já para as entidades, os recursos significam a manutenção de serviços oferecidos à comunidade.
A Associação Pestalozzi, a Associação de Amigos e Pais dos Excepcionais (Apae), o Instituto Amigos do Coração e o hospital do Câncer Alfredo Abrão, estão entre as beneficiadas. O deputado estadual Professor Rinaldo (PSDB), líder do governo no Parlamento Estadual, comemorou o aumento das emendas parlamentares para o ano de 2016. “A Assembleia Legislativa teve papel fundamental para garantir os quase 100% a mais no recurso destinado as emendas parlamentares, pois de 800 mil no ano passado, passou a R$ 1 milhão este ano, chegando a R$ 1,5 milhão no ano seguinte, desta forma possibilita o atendimento a mais municípios e entidades filantrópicas”, destacou.
Fonte: Diariodigital

Confira também

Sabatina de Mendonça pode ser resolvida na CCJ, diz Pacheco sobre impasse

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco(DEM-MG), afirmou nesta quarta-feira (13) que acredita que o impasse …