Choque prende líder do PCC em Campo Grande

Conhecido como Japonês, líder fugiu da Máxima na última semana
Policiais do Batalhão de Choque prenderam, na noite de ontem, 6 de janeiro, Geraldo de Souza Pereira Neto, mais conhecido como Japonês. Ele é tido como um dos líderes do PCC e fugiu da Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, no último dia 2 de janeiro. De acordo com as informações do sub comandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar, Marcus Pollet, Japonês foi flagrado quando estava em uma motocicleta Honda CG Fan 125 cor preta, acompanhado por Luan Alexander dos Santos Silva, condutor da moto, pela avenida Ernesto Geisel.
Ao avistar a viatura do Choque, o fugitivo apresentou nervosismo e então foi abordado pela equipe da polícia. Japonês não reagiu a prisão. Questionado pelo favorecimento pessoal, Luan afirmou que o irmão está preso na Máxima e deve favores para Geraldo. As informações extraoficiais são de que Japonês é um dos lideres do PCC e financia suas fugas. Também teria um considerável patrimônio, que lhe garante a manutenção de uma rede de proteção quando está em liberdade.
Luan teria abrigado Japonês e outro fugitivo do semiaberto em sua residência. Ele foi detido e encaminhado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) ceentro junto com Japonês e será indiciado por favorecimento pessoal. Em seguida, Japonês foi encaminhado ao Choque, já que é um preso de alta periculosidade.
Fonte: Diariodigital

Confira também

Encontrada em hotel da fronteira, estudante do MT morreu de infarto

A jovem Giovanna Karollinne Teles Ferreira, de 20 anos, encontrada em um quarto de hotel de …