Aluno da UEMS cria App que orienta mulheres sobre aleitamento materno

Com objetivo de orientar mulheres lactantes o aluno da UEMS, Alexandre Rodrigues Mendonça, desenvolveu o aplicativo IMom, com informações sobre o processo de aleitamento materno. Batizado de iMom, o aplicativo é resultado do trabalho desenvolvido no Mestrado em Ensino e em Saúde da UEMS. “A ferramenta é gratuita e está disponível para download desde o dia 26 de dezembro, para smartphones com sistemas operacionais Android e IOS”, explica Mendonça.

O App atua de duas maneiras principais: a primeira é oferecendo um banco de respostas a perguntas recorrentes sobre o processo de aleitamento; e a segunda é permitindo que as mães troquem experiências entre si. O conteúdo do aplicativo foi desenvolvido por Alexandre Mendonça juntamente com uma equipe multidisciplinar, todos envolvidos com o tema Aleitamento Materno.

O acadêmico, orientado pelo professor Antonio Sales, informa que oito profissionais, todos de Dourados, das áreas de Nutrição, Enfermagem e Medicina, compõem o corpo técnico que está disponível para tirar dúvidas das mães por meio da ferramenta. “Conteúdos com dicas e orientações sobre 26 temas relacionados ao aleitamento materno e conteúdos com evidência científica sobre amamentação, gestação, parto e nascimento serão colocados à disposição das mães que baixarem o aplicativo”, declara o acadêmico.

De acordo com mestrando da UEMS, o App tem por finalidade ser um instrumento de investigação sobre as dificuldades encontradas no processo de amamentação e também atuar como uma proposta de promoção ao Aleitamento Materno.

Site

A equipe que desenvolveu o IMom criou uma página na web, que pode ser acessada no endereço eletrônico http://www.imom-aleitamentomaterno.com.br/, onde é disponibiliza os mesmos conteúdos constantes no app, objetivando compartilhar o conhecimento de modo o orientar o maior número possível de pessoas. A página também concentra artigos, orientações e outros materiais. “O avanço da tecnologia e o fato de muitas pessoas possuírem um celular com acesso à internet, serviu como inspiração para desenvolver o iMom”, finaliza Mendonça.

Confira também

Governo cria programa para incentivar o exercício da cidadania em MS

Para incentivar o exercício da cidadania nos sul-mato-grossenses, o governo do Estado criou o programa …