Nos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, cidades do interior recebem ações da SPPM

Em agenda dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, a Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SPPM), por meio da subsecretária Luciana Azambuja Roca, pasta que é ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), esteve na manhã de ontem (9) com o prefeito de Nova Alvorada do Sul e presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Juvenal Neto, fortalecendo a política de combate a violência contra a mulher. Da reunião já ficou agendada fala da subsecretária em reunião da Assomasul, em fevereiro de 2016, para levar a todos os prefeitos do estado o Plano de Interiorização da Política Pública de Enfrentamento a Violência contra Mulher. Também na cidade, a unidade móvel da SPPM iniciou trabalho no Parque Nelson Tereré, com orientação e sensibilização da sociedade sobre a violência contra a mulher.

Em Ponta Porã, no período da tarde, a subsecretária se reuniu com a coordenadora de política do município, Rose Luce Cavagna, juntamente com o secretário de governo da cidade, Eduardo Campos, representando o Prefeito Ludimar Novais, para tratativas com Defensoria Pública, Delegacia de Atendimento à Mulher, Polícia Militar e equipe psicossocial do Centro de Atendimento à Mulher (CAM), visando a implantação de projeto de atendimento humanizado e especializado para vítimas de violência doméstica e familiar, segundo modelo existente na Polícia Militar de Amambai, no qual polícias militares tem olhar diferenciado e tratamento especializado com as mulheres violentadas.

Luciana Azambuja Roca destacou, durante a reunião em Ponta Porã acompanhada pelo representante do Comando Geral da PM, coronel Solom e comandante Domini de Amambai, que esse olhar para a mulher beneficia toda a sociedade. “Com certeza quando uma equipe da PM se desloca para atender uma mulher violentada ou em medida protetiva, todo um raio de abrangência é beneficiado, sendo ele com a presença da polícia e até mesmo com a ação humanizada”, finalizou.

Os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, encabeçado pela SPPM, segue até o próximo dia 12 em Mato Grosso do Sul.

Confira também

Paulo Corrêa visita o Butantan e solicita a Doria doses extras da Coronavac a MS

Reafirmando o compromisso de atuar incansavelmente pela imunização de toda população, o presidente da Assembleia …