Governador sanciona lei que extingue Agência de Imprensa Oficial e otimiza máquina pública

O governador Reinaldo Azambuja sancionou e foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (17) a lei que extingue a Agência Estadual de Imprensa Oficial (Agiosul), proporcionando uma otimização dos recursos no valor de R$ 1.265.466,00 por ano, com a absorção dos funcionários em outras áreas.

As atribuições da Imprensa Oficial, responsável pelo Diário Oficial, serão absorvidas pela Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD). Atualmente 40 funcionários trabalham na Imprensa Oficial. Agora, apenas cinco ficarão responsáveis pela publicação. Como consequência, a folha salarial anual para a Imprensa Oficial será reduzida de R$ 1,5 milhão (R$ 1.530.423,00) para R$ 264 mil (R$ 264.957,00).

O secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, explicou que os servidores de carreira serão reaproveitados em outras funções. “Esta é uma forma de reduzir a estrutura administrativa do Estado. A agência era necessária quando o Diário Oficial era impresso; hoje com o diário 100% digital não precisamos manter tudo isso. Seguindo uma determinação do governador Reinaldo Azambuja, estamos trabalhando para otimizar o Governo”, afirmou.

Confira também

CGE determina retorno presencial de servidores

A CGE-MS (Controladoria-Geral do Estado) determina o retorno ao trabalho presencial dos servidores, devido ao …