De olho no Congresso, dólar termina em baixa de 0,87%

Os trabalhos no Congresso concentraram as atenções dos investidores nesta quarta-feira. A apreciação da meta fiscal por deputados e senadores influenciou os negócios durante todo o dia e, quando tiveram fim as discussões para início da votação, já no final da tarde, a moeda reforçou a queda.

O dólar terminou em baixa de 0,87%, a 3,82 reais, depois de oscilar entre 3,82 reais e 3,87 reais. No mês, a moeda acumula baixa de 1,28% e, no ano, alta de 43,94%.

Além da expectativa com as votações no Congresso, o mercado cambial trabalhou de olho no exterior, o que fez com que as cotações marcassem ora altas, ora baixas, em meio à liquidez reduzida.

Um dos momentos de elevação aconteceu quando foram divulgados dados do mercado privado de trabalho nos Estados Unidos, que mostrou a criação de 217 mil vagas em novembro, acima da previsão de 192 mil vagas. O número elevou as apostas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) vai mesmo elevar os juros no próximo dia 16.

(Com Estadão Conteúdo)

Confira também

PIS-PASEP: Calcule e descubra quanto vai receber a partir de 2022 com reajuste

O reajuste previsto para o salário mínimo vai impactar em vários benefícios. Um deles é …