Ministério aprova harmonização de vazio sanitário e semeadura de algodão de MS, MT e GO

Através da Coordenação Geral de Zoneamento Agrícola, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) alterou os períodos de vazio sanitário e semeadura de algodão nos municípios da região Norte e Nordeste de Mato Grosso do Sul, no Zoneamento Agrícola de Risco Climático.

A alteração foi feita a pedido do secretário de Estado de Produção e Agricultura Familiar de Mato Grosso do Sul, Fernando Mendes Lamas, que enviou solicitação ao Mapa justificando a necessidade da harmonização dos períodos para a cultura do algodoeiro entre os estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás.

O pedido foi analisado pela equipe técnica do Ministério, aprovada e publicada no Diário Oficial da União, número 215, no último dia 11 de novembro, na seção 1, da página 4.

Informado oficialmente da decisão pelo coordenador-geral da Secretaria de Politica Agrícola do Mapa, Hugo Borges Rodrigues, Lamas explicou que a medida – amplamente discutida entre representantes dos três Estados há alguns meses – contribui para redução dos riscos de incidência de pragas e possibilita o cumprimento dos períodos de vazio sanitário  e semeadura dentro de propriedades que ocupam territórios em dois estados.

“A decisão se traduz em benefício direto para os produtores. Ficamos satisfeitos que o Ministério da Agricultura tenha compreendido nossas intenções”, informou o secretário.

Os municípios a que se refere a ratificação são: Água Clara, Alcinópolis, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Paraiso das Águas, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste e Sonora.

Confira também

CGE determina retorno presencial de servidores

A CGE-MS (Controladoria-Geral do Estado) determina o retorno ao trabalho presencial dos servidores, devido ao …