DOF acompanha Iagro em levantamento sobre rebanho de áreas ocupadas

Com apoio de policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), fiscais da Iagro (Agência Estadual de Defesa Animal e Vegetal) fizeram nesta segunda-feira (9) um levantamento nas fazendas ocupadas por índios guarani-kaiowá no município de Antonio João, a 279 km de Campo Grande. O objetivo foi descobrir quantas cabeças de gado ainda permanecem nas áreas que fazem parte dos 9.300 hectares reivindicados pelos índios como o território Ñanderu Marangatu.

Segundo o levantamento, pouco mais de 400 animais ainda estão nas fazendas Barra, Cedro, Fronteira e Primavera e precisam ser vacinados contra a febre aftosa. As propriedades estão ocupadas há quase 90 dias. No dia 21 de outubro, o STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu o mandado de reintegração e manteve os índios nas áreas até uma decisão final.

Segundo a assessoria de comunicação do DOF, durante a fiscalização e contagem do rebanho os índios teriam barrado a entrada dos agentes da Iagro na Fazenda Primavera. Após uma breve explicação do trabalho que seria feito, a entrada foi liberada e os fiscais puderam fazer a vistoria de forma pacifica.

 

 

Fonte: Campograndnews

Confira também

Governador repassa recursos para habitação de Campo Grande

Nesta segunda-feira (26), o governador Reinaldo Azambuja se reúne com o prefeito de Campo Grande, …