Deputado do PRB vai relatar processo contra Cunha

O deputado de primeiro mandato Fausto Pinato (PRB-SP) foi escolhido para relatar o processo no Conselho de Ética que pode culminar na cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Nas eleições do ano passado, Pinato recebeu apenas 22.000 votos. Só conseguiu uma vaga na Câmara puxado pelo correligionário Celso Russomanno (SP), que nunca escondeu seus laços com Cunha. Russomanno é um aliado de primeira hora do peemedebista suspeito de receber milhões em contas na Suíça. Tendo feito campanha aberta por Cunha durante as eleições para a presidência da Casa, em fevereiro, o PRB teve um de seus caciques escolhidos para a Mesa Diretora, Beto Mansur (SP), 1º secretário da Casa.

Antes de anunciar sua decisão, o presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PSD-BA), conversou com os dois ex-parlamentares de siglas diferentes e, dos dois, ouviu apenas boas recomendações sobre Pinato.

Araújo também buscou Russomanno para garantir que o partido não vai tentar influenciar na decisão do relator. Preocupado com a opinião pública, o presidente do Conselho de Ética ficou satisfeito com as declarações de Russomanno dadas à imprensa, de que não vai se envolver no caso e também se ampara nas eleições municipais do ano que vem.

Confira também

Ministro faz ameaça e afirma que eleições só ocorrerão com voto impresso

Após diversas declarações do presidente Jair Bolsonaro relacionadas ao voto imprensa, o assunto se torna palco de …