Catadores fecham lixão e barram caminhões da Solurb

Solurb teria proibido entrada de catadores alegando que Usina de Tratamento já estaria pronta
Catadores de materiais recicláveis fecharam a entrada do Lixão de Campo Grande, no Bairro Dom Antônio Barbosa, por volta das 11 horas. Desde então os caminhões da Solurb, concessionária responsável pela coleta de lixo na Capital, estão parados em fila do lado de fora sem poder entrar para descarregar o material recolhido nas ruas nesta segunda-feira, 16 de novembro. Até o momento são 29 veículos estacionados perto do portão de entrada. O motivo do fechamento é que a Solurb proibiu a entrada dos catadores, alegando que a Usina de Tratamento de Resíduos, UTR, já está pronta. A unidade recebe materiais dos caminhões de coleta seletiva da Capital. Contudo, os trabalhadores afirmam que a usina não comporta todos eles e não há materiais suficientes para todos. “Como a coleta seletiva ainda é pequena em Campo Grande não compensa trabalhar na usina”, disse Rodrigo Leão Marques, 35 anos, um dos líderes do movimento. Segundo os catadores, cerca de 600 pessoas tiraram seu sustento do Lixão separando materiais recicláveis. Segundo Rodrigo, é possível faturar cerca de R$ 100 por dia. Já os trabalhadores da UTR não estariam conseguindo faturar nem R$ 200 por semana. “Eles querem que a gente vá pra lá. Mas, não tem como. O local não composta todos nós e muito menos haverá material para todos separarem e ganharem o seu dinheiro”, atesta uma catadora. A prefeitura enviou um técnico da Secretária de Infra-Estrutura e Haitação (Seintrha) para mediar a situação. O fiscal Alcindo de Macedo disse que o movimento é pacífico desde que começou. Ele informou ainda que às 16h o secretário de Governo da prefeitura, Paulo Pedra, vai receber uma comissão de catadores para discutir o assunto. Até lá, segundo os catadores, nenhum caminhão vai entrar. No Lixão, ninguém da Solurb quis conversar com a reportagem.
Fonte: Diariodigital

Confira também

Vídeo de araras ‘conversando’ encanta campo-grandenses e viraliza nas redes

Um vídeo de um casal de araras-canindé grasnando em um tronco de árvore em Bodoquena …