Bernal afirmou que ação não será apenas um tapa-buraco, mas também haverá requalificação das vias (Foto: Luciano Muta)

Bernal mantém empresa do tapa-buraco fantasma

Prefeito confirmou que solicitou recomendação do Ministério Público, que deu aval sobre as empresas que farão o serviço
Hoje, 11 de novembro, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), lançou o plano de recuperação das ruas. Seis empresas, mais uma equipe própria da prefeitura farão parte do processo de recuperação, uma delas, inclusive, envolvida no caso do tapa-buraco fantasmas, que gerou polêmica em janeiro deste ano, quando funcionários da empresa Selco Engenharia, foram flagrados tapando buracos falsos, em frente ao Cetremi, no Parque dos Poderes. De acordo com as informações do secretário Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Amilton Cândido de Oliveira, serão as mesmas empresas que farão parte, em um período de três meses, mas que haverá nova licitação. “É uma medida emergencial”, afirmou nesta manhã. O prefeito confirmou que solicitou uma recomendação do Ministério Público, que deu aval sobre as empresas que farão o serviço. “Encaminhamos a solicitação de recomendação para o Ministério Público e estamos dando ordem de serviço para que todas as regiões do nosso município possam receber o serviço de recuperação das vias asfaltadas”, falou. Ação – O investimento é de R$ 2 milhões por mês, no período de 90 dias, provenientes de recursos próprios. De acordo com Bernal, a ação não será apenas um tapa-buraco, mas também haverá requalificação das vias. “Não será um mero tapa-buraco, em que se joga a lama e do lado surge outro buraco. Será um material de mais qualidade”, garantiu. O trabalho será fiscalizado por uma equipe, composta por 29 profissionais, até para evitar o episódio ocorrido em janeiro. O trabalho se iniciará pelas vias de maior tráfego e região central, onde as obras acontecerão aos sábados e domingos. São cerca de 2,1 mil quilômetros de asfalto em Campo Grande. “Estão quase todas vias asfaltadas com problema, então as sete regiões vão receber a recuperação”, disse o prefeito. Sobre a parceria com o Exército Brasileiro, para que possa contribuir com o trabalho, o Secretário de Governo, Paulo Pedra, afirmou que o CMO vai atuar na requalificação das vias. Esse trabalho pode começar no início do próximo ano.
Fonte: Diariodigital

Confira também

Campo Grande segue com imunização de primeira dose em pessoas com mais de 34 anos

O sábado começa com a vacinação de pessoas com 34 anos ou mais em Campo …