Belfort e Henderson batem peso e confirmam luta no UFC São Paulo hoje

Todas as lutas estão confirmadas para o “UFC: Belfort x Henderson 3”, em São Paulo. Responsáveis pelo combate principal, Vitor Belfort e Dan Henderson passaram com tranquilidade pela balança e estão prontos para o confronto deste sábado. A encarada entre eles foi de longe, com o americano chegando a esboçar um sorriso. O Fenômeno comentou as críticas feitas por Hendo nesta quinta-feira, quando o americano afirmou que ele não usava apenas TRT em 2013, na época que se enfrentaram pela última vez.

– Dan Henderson também fazia TRT então não tem como ele criticar. Ninguém critica quem está por baixo, só criticam quem está por cima. Vou para definir, preparado, o resultado está na mão do Pai e este processo está na minha mão. O UFC só me trouxe coisas boas, estou muito feliz e abençoado – afirmou Belfort, em entrevista ao canal Combate logo após a pesagem.

Pelo co-evento principal, Glover Teixeira e Patrick Cummins não tiveram problemas com a balança, ficaram no limite da divisão dos pesos-meio-pesados e, ao ficarem cara a cara, mostraram respeito um pelo outro, mantendo certa distância e se cumprimentando.

Promessa brasileira, Thomas Almeida foi festejado pelos fãs na entrada. Ele apareceu com uma bandeira do Brasil, bateu o peso sem precisar da libra de tolerância, marcando 61,2kg, e fez a encarada de óculos escuros com Anthony Birchak.

Carismático, Alex Cowboy não escondia o sorriso ao pisar no palco com seu chapéu característico e óculos escuros. O brasileiro não teve problemas para bater o peso, mas fez uma encarada tranquila com Piot Hallmann, ao contrário dos rivais de academia, Gilbert Durinho e Rashid Magomedov, que treinam na Blackzilians e American Top Team, respectivamente, e fizeram encarada dura, com os rostos muito próximos, chegando a tocar o nariz algumas vezes.

 A primeira encarada quente da noite foi protagonizada por Pedro Munhoz. O brasileiro cumprimentou Jimmie Rivera, mas, logo depois, chegou com seu rosto muito próximo ao do rival, que foi para trás, falou algumas coisas mostrando irritação e deu as costas para o adversário, deixando o palco. Também pelo card preliminar, Clay Guida e Thiago Tavares trocaram algumas palavras, com direito ao americano falando no ouvido do brasileiro.

 

UFC: Belfort x Henderson 3
7 de novembro, em São Paulo
CARD PRINCIPAL – a partir de 1h (horário de Brasília):
Peso-médio (até 84,4kg): Vitor Belfort (83,9kg) x Dan Henderson (84,4kg)
Peso-meio-pesado (até 93,4kg): Glover Teixeira (93,4kg) x Patrick Cummins (93,4kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Thomas Almeida (61,2kg) x Anthony Birchak (61,7kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Alex Cowboy (70,8kg) x Piotr Hallmann (70,3kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Gilbert Durinho (70,8kg) x Rashid Magomedov (70,3kg)
Peso-meio-pesado (até 93,4kg): Fábio Maldonado (93kg) x Corey Anderson (93kg)
CARD PRELIMINAR – a partir de 21h30 (horário de Brasília)
Peso-leve (até 70,8kg): Gleison Tibau (70,3kg) x Abel Trujillo (70,8kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Yan Cabral (70,8kg) x Johnny Case (70,8kg)
Peso-pena (até 66,2kg): Clay Guida (66,2kg) x Thiago Tavares (66,2kg)
Peso-pena (até 66,2kg): Kevin Souza (66,2kg) x Chas Skelly (66,2kg)
Peso-meio-médio (até 77,6kg): Viscardi Andrade (77,1kg) x Gasan Umalatov (77,1kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Pedro Munhoz (61,2kg) x Jimmie Rivera (61,7kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Bruno Korea (60,8kg) x Matheus Nicolau (61,2kg)

 

 

 

Fonte: Globoesporte

Confira também

Lutadores de MS buscam medalhas no Nacional de Equipes de Jiu-Jitsu Desportivo

Pelo sétimo ano consecutivo, Mato Grosso do Sul marcará presença em um evento da Confederação …