Autorização é entregue e lojistas comemoram reabertura da antiga rodoviária

Os 49 lojistas do Centro Comercial Condomínio Terminal do Oeste, localizado no quadrilátero das ruas Dom Aquino, Vasconcelos Fernandes, Barão do Rio Branco e Joaquim Nabuco, no Bairro Amambaí, na região central de Campo Grande, onde funcionava a antiga rodoviária comemoram a reabertura do prédio.

A autorização provisória do Corpo de Bombeiros foi entregue no fim da manhã desta quarta-feira (4). As atividades comerciais no prédio foram interrompidas no último dia 27 quando uma Equipe de aproximadamente 20 militares lacraram o local para que o prédio pudesse passar pelas adequações necessárias.

Na ocasião, o coronel do Corpo de Bombeiros, Jairo Shoitiro Kamimura, explicou que o prédio estava interditado desde agosto por não atender aos itens de segurança obrigatórios: bomba de incêndio, alarme, hidrantes, iluminação, rota de fuga, extintores, brigada de incêndio e um laudo de um profissional especializado.

Nesta manhã, a síndica do Centro Comercial, Rosane Nely de Lima, informa que as adequações foram encerradas. “Cumprimos a todos os requisitos de segurança mínima exigidos. A primeira fase foi concluída”, garante.

A síndica destaca que os comerciantes acompanharam de perto às adequações e a vistoria realizada nesta manhã e comemoraram a reabertura do local, que custou aproximadamente R$ 80 mil, o valor foi custeado entre os lojistas e comerciantes do bairro Amambaí.

“O prédio faz parte da história de Campo Grande. A maioria dos comerciantes está aqui há uns 20 anos e nessa fase a comunidade e comerciantes do Bairro Amambaí colaboraram para que o prédio voltasse a funcionar”, frisa.

José Paulino Ribeiro é dono de uma loja de roupas e está há 35 anos no local. Ele disse que aproveitou o tempo em que o prédio ficou fechado para descansar, mas que a esperança nunca acabou e agora espera que as vendas voltem ao normal.

“A esperança nunca acabou. O movimento diminuiu um pouco da primeira vez que foi divulgado que seria fechado, mas agora esperamos que as pessoas fiquem sabendo que voltou ao normal e que as vendas sejam retomadas”, declara.

Nesta manhã, o Corpo de Bombeiros esteve no local para verificar as adequações. O laudo, entregue à síndica do prédio vale por 90 dias. Neste período deve ser concluído o projeto de segurança contra incêndio e pânico no Centro Comercial Condomínio Terminal do Oeste. Após esta etapa, o Corpo de Bombeiros deve emitir o certificado anual de funcionamento do local.

Confira também

Passageira é presa dentro de avião em Campo Grande após PF identificar droga em malas

Na madrugada do sábado (18), jovem de 22 anos foi presa em flagrante dentro de …