Chimbinha elege sua nova Joelma para o palco

Depois de anunciar, no Fantástico, que seguiria carreira sem Joelma no Calypso, e ser desmentido pela ex-mulher, que se disse detentora de 60% da marca da banda brega, Chimbinha parece enfim ter encontrado o seu rumo. O guitarrista, que foi defenestrado da vida de Joelma por traí-la, elegeu outra loira para dividir o palco com ele: a potiguar Thábata Mendes, de 28 anos, que no Facebook se define como cantora sertaneja e de axé. Thábata é loira – só resta saber se gira a cabeça como a musa do Calypso. Os dois devem se lançar na estrada em 2016, sob um nome ainda não decicido pelo músico, segundo o seu assessor pessoal, Mauro Netto.

 

Netto não dá mais detalhes sobre o projeto porque, diz, ainda é preciso acertar “pormenores’. O último show do Calypso com Joelma e Chimbinha foi no início de outubro, quando o guitarrista foi vaiado pelos fãs e abandonou o palco. Agora, ele aguarda apenas o término do contrato com a banda para deixá-la de vez.

Acusado de assédio – Nesta terça-feira, 27, o jornal carioca Extra publicou a imagem que seria de uma conversa via WhatsApp entre Natalia Sarraff, filha de Joelma de um relacionamento anterior a Chimbinha, e uma amiga. Na conversa, Natalia teria dito que sofreu assédio do ex-padrasto quando criança. “Certa noite, eu acordei com ele me apalpando, isso eu tinha mais ou menos 12 anos, não lembro, só lembro que foi em uma das férias que passei com eles, desde aí fiquei com medo e também não falei para ninguém.”

Em outro trecho da mesma mensagem, escrita por Natalia para uma amiga, a garota lembra da vez em que Chimbinha, nu, correu atrás de uma empregada. Segundo Natalia, o padrasto tentou, inclusive, agredir Joelma. “Desde criança, presenciei muita coisa, por isso nunca gostei de dele. Já vi ele brigando com minha mãe. Em uma das brigas, minha tia Joselma foi pra cima dele e não deixou ele bater nela”, escreveu Natalia.

Também por meio de seu assessor, Chimbinha refuta todas as acusações e disse que irá tomar as medidas judicais cabíveis. “O guitarrista Chimbinha vem a público lamentar mais uma vez informações deturpadas e inverídicas que visam unicamente prejudicar sua imagem em um momento de renovação profissional.” Na nota, o guitarrista afirma que transformou uma banda do Norte num dos “maiores fenômenos musicais do Brasil”. “E não fiz isso com fofoquinhas. Fiz isso com música e muito trabalho”, finaliza.

O namoro de Joelma e Chimbinha foi relâmpago. Os dois se conheceram em 1997, na casa de um amigo comum, e subiram ao altar no mesmo ano. Os dois foram apresentados em um almoço feito de camarão com açaí. Desde o começo, a relação misturou romance e negócios. Chimbinha já era um produtor musical de relativa fama em Belém, e Joelma logo o convidou para produzir um álbum dela. Foi durante as gravações que os dois começaram o namoro – o pedido foi feito por Joelma. Quando o disco saiu, dois anos depois, os dois já estavam juntos e o trabalho foi lançado não como um solo de Joelma, mas como o primeiro disco da banda Calypso, que surgia ali.

Confira também

Sabesp escoa 60 bilhões de litros de água dos sistemas Guarapiranga e Billings

A volta das chuvas fez a Empresa Metropolitana de Água e Energia (Emae) e a …