Pode faltar dinheiro em caixas eletrônicos

Paralisação deve contar com 100% dos bancos da região central

Com as portas fechadas e cobertas de cartazes que sinalizavam greve, as agências bancarias de Campo Grande, correm o risco de ficar sem dinheiro para reposição.  A paralisação que teve inicio hoje (6) em todo Brasil, na Capital deve atingir 60 % das agencias conforme informou o Secretario Jurídico do Sindicado dos Bancários Orlando de Almeida Filho, sendo que a categoria formou grupos que estão nas portas das agencias para dar orientação à população. A população que precisar pagar contas e realizar depósitos, devem procurar alternativas como os caixas eletrônicos, casas lotéricas e algumas bancas de jornal que estarão realizando serviços bancários. Mario Toshio Ayabe, dono de um comércio de revistas e jornais há 15 anos, localizado ao lado do banco do Brasil na Afonso Pena, relata que em dias como estes seu estabelecimento aumenta de cliente muito, e que presta serviços de banco, recebendo também agua, luz, telefone, boletos bancários até o prazo do vencimento no valor máximo de 1500 reais, “a greve sempre incrementa muito no meu rendimento” ressalta. Orlando explica que a categoria pede reajuste salarial de 16% com piso de R$ 3.299,66, a  Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou uma proposta de reajuste de 5,5%, com piso de R$ 1.321,26 a R$ 2.560,23, e que durante esse período de paralisação pode ocorrer  o risco de os caixas eletrônicos ficar desabastecidos, pois não haverá funcionários para repor os valores. Em algumas agências da Caixa Econômica Federal, funcionários estão compensando o trabalho, mas como está em número reduzido o serviço ficará lento. Edino Mizutani proprietário da Lotérica da Rua Barão com 13 de Maio, explica que a população pode se deslocar para qualquer agencia, pois os serviços de saque, pagamentos, depósitos e outros também são feitos nas agencias da lotérica. A paralisação deve contar com 100% dos bancos da região central, abrangendo as agencias do Banco do Brasil, Banco Bradesco, Itaú, Caixa Econômica e o Santander, só na Capital são 2,7 mil bancários distribuídos em 120 agências.

 

Fonte: Diariodigital

Confira também

De Iphones a notebooks: veja como participar do leilão com mais de 61 mil itens do Correios

Após várias tentativas de entregar uma encomenda e terminado o prazo de direito à reclamação, …