PMA autua campeiro de fazenda em R$ 3 mil por manter aves silvestres ilegalmente em cativeiro

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Campo Grande realizou uma fiscalização nesta quarta-feira (21), na região do município de Taquarussu, e autuaram um criador de aves silvestres ilegais.

No momento em que a PMA chegou à residência do infrator, em uma fazenda, ouviu barulho das aves. O infrator afirmou possuir seis pássaros silvestres mantidos em cativeiro sem autorização. Eram cinco gaiolas, com dois curiós, dois coleirinhas, um bigodinho e um papa-capim que foram apreendidos.

O proprietário dos pássaros que é campeiro da fazenda foi conduzido, juntamente com as aves apreendidas, à delegacia de Polícia Civil de Taquarussu e responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção.  Ele também foi autuado administrativamente e multado de R$ 3 mil. Os animais serão encaminhados ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), na Capital.

Confira também

Motorista é preso com cocaína avaliada em R$ 14 milhões escondida em tanque

Foi preso em flagrante nesta terça-feira (21), na BR-163 em Eldorado a 440 quilômetros de …