Pelé apoia Zico como presidente da Fifa: ‘Forte candidato’

Ainda cumprindo compromissos na Índia, Pelé demonstrou apoio à campanha de Zico para a presidência da Fifa. Nesta quinta-feira, o Rei do Futebol concedeu entrevista coletiva na cidade de Gurgaon, próxima a Nova Déli, e comentou sobre os escândalos na entidade e a eleição para o sucessor de Joseph Blatter.”Zico seria um bom candidato. Eu o conheço muito bem, é uma ótima pessoa. Ele é um forte candidato.” Pelé ainda ressaltou que não tem interesse nenhum em concorrer ao cargo. “Disse ao Zico que ele é corajoso, porque eu jamais gostaria de ser presidente da Fifa.”

O ex-jogador de 74 anos, no entanto, não quis se indispor com o francês Michel Platini – que antes aparecia como principal candidato, mas foi suspenso por 90 dias pelo Comitê de Ética da Fifa, por suspeita de ter recebido pagamento ilegal da entidade – e foi bastante político ao falar sobre suas preferências para o pleito. “Falei com o Platini, que foi um dos melhores jogadores do mundo, e ele me disse que é realmente muito difícil trabalhar em um nível tão alto. Não sei dizer quem eu quero que ganhe. Espero que seja uma boa pessoa.”

 

Repetindo um discurso utilizado por Joseph Blatter, Pelé não quis relacionar os escândalos de corrupção com o esporte mais popular do mundo. “Não podemos misturar o que acontecem na Fifa com o futebol. O problema são as pessoas que administram o futebol. Zico tem até o dia 26 de outubro para oficializar a candidatura à presidência, que será conhecida em cerimônia no dia 26 de fevereiro. Para configurar no pleito, Zico precisa do apoio de, pelo menos, cinco federações filiadas à Fifa. A CBF já deixou seu voto condicionado ao apoio de outras quatro entidades quaisquer.

(da redação)

Confira também

De Iphones a notebooks: veja como participar do leilão com mais de 61 mil itens do Correios

Após várias tentativas de entregar uma encomenda e terminado o prazo de direito à reclamação, …