Na média, Palmeiras sofreu quase um vexame por ano neste século

A derrota por 5 a 1 do Palmeiras para a Chapecoense no último domingo foi o pior resultado negativo da equipe na atual temporada. E, com isso, o time paulista mantém uma estatística nada louvável de quase um vexame por ano neste século.

De 2001 para cá, foram nada menos que 11 partidas que o clube foi goleado com o adversário marcando ao menos cinco gols. Entre as piores estão a goledada por 7 a 2 sofrida contra o Vitória pela Copa do Brasil de 2002, o 6 a 0 contra o Coritiba em 2011, o 6 a 2 para o Mirassol em 2013 e o 6 a 0 para o Goiás na última temporada. Há ainda um derrota em casa para o São Caetano por 4 a 1 no Paulista de 2010, quando o time do ABC já ia para seu quarto ano consecutivo na segunda divisão.

Depois do jogo na Arena Condá no último domingo, os próprios membros do elenco palmeirense admitiram que o desempenho foi muito abaixo do normal.

“Um jogo realmente para esquecer. Foi uma partida muito ruim. No primeiro tempo foram superiores a nós. Não nos encontramos no jogo. É esquecer a partida”, disse o lateral-direito Lucas.

“Méritos absolutos da Chapecoense. Foi uma noite muito ruim do Palmeiras. Precisamos nos indignar com isso para que a gente possa reiniciar o trabalho na quarta-feira, fazer diferente e ter uma reação no campeonato”, complementou o técnico Marcelo Oliveira.

O Palmeiras volta a campo pelo Brasileiro no dia 14 de outubro, quarta-feira, quando encara a Ponte preta no Allianz Parque.

Confira também

Análise: São Paulo volta a jogar no limite e revive momentos da pior fase na temporada

Quando o São Paulo viveu seu pior momento na temporada, com pressão devido às eliminações precoces no …