Família de agricultores de Aquidauana agradece implantação do selo SIM no município

Agradecidos com o esforço da Agraer em implantar o selo SIM (Serviço de Inspeção Municipal) em Aquidauana, os produtores rurais da agroindústria de queijos “Chapecó” fizeram questão de enviar ao diretor-presidente da Instituição, Enelvo Felini, um exemplar de seu produto já com a certificação impressa na embalagem. A mercadoria foi entregue, na quarta-feira (21), em mãos pelo representante do pequeno empreendimento, o senhor José Magalhães Filho.

“Há alguns meses vimos aqui falar com a direção da Agraer para pedir ajuda para colocar o SIM em funcionamento na cidade. Lá, a coisa não funcionava porque havia muitas informações truncadas. Mas, com o empenho da Agraer junto ao Município o selo já está funcionando há 45 dias e nada mais justo do que vir aqui dizer o nosso ‘obrigado’”, afirmou José ao lembrar da antiga realidade da região.

Em Aquidauana, a agroindústria chega a produzir 25 quilos de queijo/dia, o que representa uma média de 200 litros de leite processado. “Os queijos Chapecó são os primeiros produtos com selo SIM na cidade e isso motiva os produtores Marta e Juvenal Cintra, que são quem cuida de toda a produção da agroindústria.  A Agraer ouviu a gente, atendeu e isso traz mais razão para que quem sabe no futuro se consiga colocar o selo SIE [Selo de Inspeção Estadual] na cidade”, disse o senhor Magalhães.

Na ocasião da entrega, também esteva presente o superintendente da Secretária de Estado de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf), Edwin Baur.

Segundo o diretor-presidente da Agraer, Enelvo Felini, o selo SIM representa o trabalho em conjunto de Estado e Município. “Para o funcionamento do selo em Aquidauana a Agência pode contar com a dedicação do vereador e presidente da Câmara, Anderson Meireles. Fico contente em ver que a parceria já está gerando resultados”.

Certificação de Qualidade

Os municípios interessados em implementar o SIM podem procurar o serviço de assessoria da Agraer especializada no assunto. Para isso basta apenas que as prefeituras entrem em contato com a sede da Agência, situada no Parque dos Poderes, em Campo Grande.” Designamos em nossa gestão o servidor Nei Salviano para cuidar desse trabalho. Se ao assumirmos a administração da entidade apenas 15 cidades tinha o selo, hoje já são 34 e a determinação do governador Reinaldo Azambuja é o serviço chegue as 79 cidades do Estado”, garantiu Felini.

O SIM também é o primeiro passo para que os produtores rurais consigam avançar em termos de qualidade. Pois, só a partir dele é possível se pensar em buscar outras certificações como o SIE (Selo de Inspeção Estadual) e o SIF (Selo de Inspeção Federal).

Confira também

Paulo Corrêa visita o Butantan e solicita a Doria doses extras da Coronavac a MS

Reafirmando o compromisso de atuar incansavelmente pela imunização de toda população, o presidente da Assembleia …