CBF exalta ‘sucesso’ de público e projeta volta de jogos às 11h em 2016

Apesar das reclamações dos clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, que motivaram a CBF a acabar com as partidas às 11 horas, a entidade não exclui a possibilidade de retomar o mesmo horário na edição de 2016 do torneio.

“Essa novidade foi um sucesso para os clubes, para as torcidas e para a CBF, que trabalha para ter um Campeonato melhor. Desde o início, avaliamos esses jogos e, agora, devido ao clima mais quente, vamos dar uma pausa. No ano que vem, o horário tem tudo para voltar e até ser levado”, explicou Manoel Flores, Diretor de Competições, ao site oficial da CBF.

Na atual edição do Brasileiro, os jogos disputados no período matutino não ocorrerão mais após a 31ª rodada, última a receber as partidas às 11h. Ou seja, ficam mantidos os confrontos que já estavam agendados.

Desta maneira, Flamengo e Joinville ainda se enfrentam às 11 horas, no Maracanã, neste domingo, assim como Avaí e Vasco, que jogam no mesmo horário na Ressacada. Duas rodadas depois, no dia 18 de outubro, o São Paulo recebe o Vasco no Morumbi, e a Ponte Preta encara o Coritiba no Moisés Lucarelli, em duelos pela manhã.

Além da declaração de Manoel Flores, a CBF também exibe a média de público no polêmico horário: 24.015 pagantes. Dentre as 30 partidas disputadas às 11h, a vitória do São Paulo sobre o Coritiba, no Morumbi, obteve o maior público: 59.482. O triunfo do Atlético-MG diante do Joinville leva o segundo lugar, com 55.987. O pior número foi documentado entre Goiás e Joinville, no Serra Dourada: apenas 3.488 pagantes.

Confira também

Análise: São Paulo volta a jogar no limite e revive momentos da pior fase na temporada

Quando o São Paulo viveu seu pior momento na temporada, com pressão devido às eliminações precoces no …