Foto: Montagem

Vereadores de Jardim rejeitam Projeto de Lei que reduziria seus salários

Na atual crise econômica que toma conta do país e em meio a escândalos de corrupção e falcatruas na política brasileira, não é de se admirar a postura tomada por alguns vereadores da cidade de Jardim. Em votação realizada na sessão desta terça-feira, dia 22, foi rejeitado com maioria de votos, um projeto de lei que previa a redução dos salários dos vereadores, secretários, prefeito e vice-prefeito da cidade, foram sete votos contra o projeto e apenas três a favor.
É muito comodo e fácil falar de crise com o bolso cheio e o salário caindo na conta todo mês, ora, se estamos vivendo uma crise econômica, porque ela ainda não atingiu os parlamentares? Muito simples, pois quem tem o controle sobre os pagamentos são eles mesmos e quando a raposa tem a chave do galinheiro ela não passa fome.
Infelizmente Jardim não é o primeiro e nem vai ser o último caso desse tipo de atitude tomada por vereadores em todo o país, o que nos resta é tomar conhecimento desses tipos de atitudes e não trocarmos seis por meia dúzia nas eleições do ano que vem.
Os vereadores a favor do projeto foram Guilherme Monteiro (PSDB), Pietro Canepa (PSDB) e Orlando Damasceno (PT), os que votaram contra foram Deco Cristaldo (PMDB), Claudia Barbosa (PMDB), Zé Preto (PR), Gláucio Cabreira (DEM), Mário Oliveira (PDT), Curipa (PT) e Vavo (PT). O presidente da casa de leis não votou, pois só votaria em caso de empate.

 

 

 

Confira também

Começa nesta 6ª prazo para convenções partidárias em Sidrolândia

Começa nesta sexta-feira (5) o prazo para a realização das convenções partidárias em Sidrolândia. O …