Lei muda forma de comercialização de protetor solar em MS

Produto deverá ser vendido separadamente dos cosméticos

A comercialização de protetor solar, nas prateleiras de qualquer estabelecimento comercial no Estado, deverá ser realizada separadamente dos produtos cosméticos a partir desta sexta-feira (18/9), por determinação da Lei Estadual 4.718, sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja. A nova regra foi publicada no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul. A lei, de autoria da deputada estadual Antonieta Amorim (PMDB), prevê ainda a obrigatoriedade em fixar cartazes comunicando sobre a inclusão do produto como medicamento e a concessão de isenção tributária do protetor solar, sob pena de sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor.   “Desde 2008, existe a lei que incluiu o protetor solar no rol dos medicamentos, tendo como finalidade o incentivo ao uso do protetor solar por meio da isenção ou redução tributária. Ocorre que a venda do produto juntamente com cosméticos confunde o consumidor e a ausência de informação o impede de questionar sobre a diminuição do imposto e, consequentemente, do preço final do produto”, afirmou Antonieta.

(Com informações da assessoria de imprensa da Assembleia Legislativa)

Confira também

MS inicia amanhã distribuição de 49,5 mil doses

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) inicia na manhã de sexta-feira (26) a distribuição de 49.548 doses da …