Detran repreende infração de Dilma com bicicleta

Flagrada na quinta-feira por um fotógrafo do jornal “O Estado de S. Paulo”, cruzando de bicicleta a faixa contínua na Via Palácio Presidencial, a presidente Dilma Rousseff poderia ter sido multada, caso agentes de trânsito estivessem no local e considerassem que a pedalada da petista pôs em risco a vida de outras pessoas, reporta O Globo.

Apesar de o Código de Trânsito não estabelecer penalidades específicas para ciclistas, toda manobra feita por eles que for considerada “agressiva” pode gerar multa média de R$ 85,13.

— Atravessar a faixa contínua é manobra arriscada, pode causar acidentes graves. Coloca em risco a própria vida dela (Dilma). Se o agente de trânsito entender que foi uma condução agressiva, ele pode tomar as devidas providências — explicou o diretor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do Detran-DF, Silvaim Fonseca.

Além de ser multada, Dilma poderia ainda ter a bicicleta recolhida até que o valor da penalidade fosse pago. Para motoristas, o ato de cruzar uma faixa contínua é infração gravíssima, com multa de R$ 191,54 e sete pontos na carteira.

Confira também

Culto com mais de 2 mil pessoas é interditado

Agentes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) contra a propagação da Covid-19 interditaram, no …