Cunha devolve pedido de impeachment de Dilma para fundador do PT ajustar, diz Folha

SÃO PAULO – O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), devolveu ao jurista e fundador do PT, Hélio Bicudo, o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Segundo informações da coluna Painel da Folha de S. Paulo, Cunha disse ter feito isso por uma “questão de requisitos formais”. O prazo para que Bicudo ajuste o texto é de dez dias.

Com isso, o pedido do jurista entra no mesmo grupo dos outros 12 pedidos protocolados anteriormente, todos mandados de volta a seus autores.

Um técnico da Câmara ouvido pela Folha disse que há diversos problemas nos pedidos, tais quais reconhecimento de firma em assinaturas, falta de documentos e de comprovação de que os autores estão em dia com a Justiça Eleitoral.

Apesar da rejeição, os pedidos devem chegar ao plenário da Câmara, sendo que a Frente Parlamentar pró-Impeachment já se organizou para apresentar um recurso caso Cunha decida arquivar os processos.

Confira também

Vereadores e empresários terão que devolver R$ 54 mil após farra de combustíveis

Descontrole de gastos com combustíveis na Câmara de Vereadores de Caarapó foi confirmado pelo MPMS (Ministério Público …