Prefeitura de Campo Grande e Infraero discutem ampliação do aeroporto internacional

O Prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, esteve reunido na tarde desta terça-feira (11) com representantes da Infraero e integrantes equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Ciência, Tecnologia e Agronegócio (Sedesc), com o objetivo de discutir a ampliação do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

Durante a reunião, projetos de ampliação foram apresentados ao prefeito, que também discutiu os incentivos e contrapartidas que a Prefeitura pode conceder para atrair investidores à cidade. A expectativa é que no decorrer deste semestre projeto, plano de negócios e captação de investidores ocorram, para que no início de 2016 as obras de ampliação tenham início.

“A Infraero atua com áreas, então nós estamos abertos para receber o empreendimento que o investidor quiser oferecer. Assim, vamos continuar fazendo a propecção de mercado para buscar investidores e compreender o segmento. A Prefeitura entra na parte dos convênios, nos incentivos, que vão atrair esses investidores”, destacou Carlos Alberto Lima, superintendente de negócios da Infraero.

Para o prefeito Gilmar Olarte, a aproximação com a Infraero veio em bom tempo.”Estamos em meio a crise, mas temos que usar a criatividade. Por isso, nós nos comprometemos a buscar os investidores, em conjunto com a Infraero e os demais envolvidos, para que Campo Grande possa ter um novo tempo nesse segmento. Queremos um projeto que atenda adequadamente os usuários nos próximos 20 anos, com conforto, estrutura e qualidade”, afirmou o prefeito.

Prodes

Um dos caminhos a ser seguido é recorrer ao Programa de Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (Prodes), que concede incentivos a empresas. “É uma necessidade para a capital comportar adequadamente os usuários do aeroporto, com a estrutura necessária. E como nós temos uma política de desenvolvimento em Campo Grande, estamos otimistas com a viabilização de condições que vão sedimentar o projeto”, explica Edson Godoy, secretário adjunto da Sedesc.

Segundo Godoy, as negociações para investidores já estão encaminhadas.”Temos uma forte sinalização de um investidor que vai construir em área em frente ao aeroporto um grande centro de convenções com capacidade de até 50 mil pessoas, que estarão nos visitando muito em breve para mostrar o projeto”, finalizou.

Confira também

MS já soma 127 notificações de dengue em 2021

O SES (Secretaria Estadual de Saúde) divulgou, nesta quarta-feira (13), o primeiro boletim epidemiológico de …