Prefeito Gilmar Olarte: “UEMS é conquista de Campo Grande

O secretário de Governo e de Relações Institucionais de Campo Grande, Paulo Matos, representou o prefeito Gilmar Olarte nesta manhã (3), durante a inauguração da unidade universitária da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). O prefeito ressaltou a importância do empreendimento para a capital sul-mato-grossense. “Campo Grande era o único município do estado onde a UEMS não possuía um prédio próprio e adequado para a valorização do ensino superior. Isso termina hoje, com a inauguração da unidade universitária”, afirmou Olarte.

Cerca de dois mil alunos serão atendidos nos 18 mil metros quadrados que compõe a área, com laboratórios, bloco para atividades administrativas, espaço de convivência, biblioteca central, assim como os cursos de medicina, artes cênicas e dança, geografia, letras, pedagoga e turismo, além do mestrado em letras.

O secretário de Governo afirmou que o espaço ampliará as possibilidades de ensino superior aos campo-grandenses. “Um povo sem acesso a educação é um povo fadado ao fracasso. Mato Grosso do Sul mostra que está preocupado com isso ao investir na universidade estadual”.

Investimento em Educação

O prefeito Gilmar Olarte aproveitou a conquista para elencar ações que o município tem feito em prol da educação. “Nossa gestão também tem dado sua parcela de contribuição para o ensino superior. Recentemente, a Prefeitura doou uma área para a instalação da estrutura do curso de direito da UFMS. O fortalecimento da educação tem sido um objetivo de nossa gestão”, afirmou.

Entre as conquistas elencadas pelo prefeito está a grande procura dos alunos pela Rede Municipal de Ensino (Reme). Neste ano, a Rede ultrapassou os cem mil alunos, mostrando a opção da população pelo ensino de qualidade oferecido pela Prefeitura.

O município tem um dos maiores índices de qualificação do brasil. Dos quase 9 mil professores da Reme, mais da metade têm pós-graduação. Resultado do estímulo que o município deu aos profissionais, que tiveram a oportunidade de melhorar sua formação, ganhar mais e proporcionar uma educação de qualidade.

“A pós-graduação, além dar ao professor a oportunidade de atualizar os conhecimentos, tomar contato com novas técnicas e ferramentas pedagógicas, proporciona um ganho salarial imediato de 10% e abre outras perspectivas de trabalho”, afirma o prefeito.
Hoje, são 187 professores com mestrado e 17 no nível do doutorado. Boa parte dessa formação foi custeada pela prefeitura. “Queremos continuar promovendo a formação continuada dos professores. para isso, o apoio de instituições como a UEMS é fundamental”, lembrou Olarte.

Campo Grande tem um dos melhores Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) do país, graças às ações de valorização dos professores, qualificação continuada, preparação dos alunos que tem dificuldades no aprendizado. Outra área em que o município tem se destacado é na educação inclusiva. Campo grande é conhecida nacionalmente por sua política eficaz de inclusão de alunos especiais. Para se fazer uma comparação, em 2005, havia cerca de 400 alunos especiais incluídos na reme. hoje, ultrapassamos os dois mil alunos.

A cidade conta com 31 escolas inseridas no programa “mais educação”, que garante aos estudantes do ensino fundamental a participação em atividades orientadas no turno oposto ao matriculado com atividades de educação ambiental, esporte e lazer, direitos humanos em educação, cultura, artes e cultura digital, entre outras áreas.

São 96 Centros de Educação Infantil (Ceinf) e, até o final do mês de agosto o prefeito Gilmar Olarte vai inaugurar mais um, na área central, com capacidade para 400 alunos. “Temos mais 4 em construção e outros 10 para ser iniciados”, afirmou o prefeito.
O Plano Municipal de Educação preconiza que, até 2022, 50% das escolas estejam operando em regime de ensino integral. Hoje, a cidade conta com 3 escolas nesta modalidade e há o projeto de aumentar em mais duas nos próximos 12 meses.

A Secretaria Municipal de Educação (Seme) tem se preocupado também em melhorar as condições de ensino nas áreas rurais. “Por isso, estamos implantando a plataforma procampo, que vai aproximar os professores que atuam nestas áreas da secretaria de educação, sem que eles precisem se deslocar até a cidade”, afirma o secretário da pasta, Marcelo Salomão.

“São muitas as ações na área da educação. Apesar do momento de crise nacional, que se reflete em nosso estado e em nossa cidade. estamos fazendo mais com menos, no intuito de alavancar o município e garantir um futuro melhor para nossos filhos”, finaliza o prefeito.

Confira também

Licitação para obras do Aquário não tem interessados e é declarada deserta

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) declarou deserta a oitava licitação aberta para …