PMA autua fazendeiro paulista em R$ 6 mil por construção de loteamento ilegal

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Bataguassu (MS) realizavam fiscalização hoje pela manhã nas proximidades do Rio Paraná e perceberam em uma propriedade rural, localizada na Estrada Reta AII, a abertura de um loteamento sem autorização ambiental. A atividade era localizada nas proximidades do rio, porém, fora da área de preservação permanente (APP) e abrangia uma área de oito hectares. Algumas pessoas que adquiriram os lotes já haviam construído residências e ranchos no local.
As atividades foram interditadas e o proprietário do loteamento, de 48 anos, residente em Presidente Epitácio (SP) foi autuado administrativamente e multado em R$ 6.000,00. Ele responderá por crime ambiental de construir atividade potencialmente poluidora sem autorização. Se condenado, poderá pegar pena de três a seis meses de detenção.
O proprietário foi orientado a apresentar um projeto junto ao órgão ambiental para a possível legalização das atividades.

Confira também

Entenda as diferenças do 1º e 2º lote da Coronavac

Na sexta-feira (22), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou o segundo lote da Coronavac. Mais 4,1 …