Mulher de 28 anos morre com dengue, segundo caso em 2015.

Paciente estava internada em um hospital particular da cidade e morreu ontem com quadro de dengue comum

Helio de Freitas, de Dourados

Uma mulher de 28 anos de idade, que morava no Parque Alvorada, região oeste da cidade, é a segunda pessoa a morrer com dengue neste ano em Dourados, a 233 km de Campo Grande. A morte ocorreu ontem em um hospital particular, onde ela esta internada.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, a morte está sendo investigada pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, para saber o histórico do caso, por exemplo, se ela foi infectada em Dourados mesmo, se viajou e se tinha outra doença que poderia ter agravado o quadro de dengue.

Ainda conforme a assessoria, a douradense morreu de dengue considerada comum e não do quadro hemorrágico, que agora é chamado de “dengue mais grave”.

Ações de bloqueio já vinham sendo realizadas no Parque Alvorada, onde a mulher morava, mas o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) reforçou o trabalho naquela região da cidade para eliminar criadouros do mosquito. A população também está sendo orientada sobre a importância der adotar medidas de prevenção à proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.

Outro caso – Em maio deste ano, uma moradora do Jardim Santo André, de 26 anos de idade, morreu em Dourados em decorrência de dengue. Ela contraiu o tipo mais grave da doença, apresentou os sintomas no dia 3 de maio, foi internada no dia 6 e morreu dois dias depois.

Confira também

Senado aprova MP de crédito para Covax Facility

O Senado aprovou hoje (3) a Medida Provisória 1004/2021, que abre crédito de R$ 2,5 bilhões …