Aécio participa de novo ato contra a presidente Dilma e o PT em BH

Às 12, horário de Brasília, PM falou sobre 10 mil em ato; manifestantes estimaram 20 mil.
Este é o 3º protesto contra a presidente na capital mineira em 2015.

 

Manifestantes contra a presidente Dilma Rousseff e o Partido dos Trabalhadores (PT) se concentram na Praça da Liberdade, Região Centro-Sul de Belo Horizonte na manhã deste domingo (16). Este é o terceiro protesto contra a presidente em 2015.

Por volta das 12h, a Polícia Militar disse que 10 mil pessoas estavam na praça. Segundo os manifestantes, 20 mil pessoas estavam na praça neste horário.

Aécio Neves (PSDB) participou do protesto. Ele chegou por volta das 11h20 e subiu em um trio-elétrico. “Chega de tanta corrupção, o meu partido é o Brasil”, disse Aécio sobre o trio. Ele cantou o hino nacional com os manifestantes e foi ovacionado pela multidão que gritou: “Aécio, Aécio”. O senador também foi para o meio da multidão e tirou muitos selfies com manifestantes. Ele estava acompanhado de lideranças políticas do PSDB.

O “Bloco da Papuda”, um dos principais organizadores dos protestos na capital mineira, chegou a praça com gritos de “fora PT”, por volta das 11h. A concentração para o protesto começou no início da manhã. Em menos de uma hora, das 10h às 11h, a Praça foi tomada por manifestantes. Trios elétricos puxam o ato. Além da saída do PT do governo federal, manifestantes elogiam a Operação Lava-Jato, o juiz Sério Moro, e o senador Aécio Neves (PSDB).

O senador Aécio Neves (Foto: Raquel Freitas/G1)
O senador Aécio Neves (Foto: Raquel Freitas/G1)

“O Brasil despertou. É o povo na rua que vai permitir a superação da crise. Não é este governo, que não tem mais autoridade, nem credibilidade. Estou emocionado de ver, este despertar dos brasileiros, por tanto mais do que nunca, nós estamos juntos”, disse. Questionado sobre a possibilidade de impeachment da presidente Dilma, ele não respondeu nada. Depois de participar do ato, Aécio entrou em um carro e foi embora.

Questionado sobre a disposição para uma nova candidatura caso Dilma saia prematuramente, Aécio disse: “candidatura não é projeto pessoal, eu tenho disposição de impedir que este governo continue fazendo tanto mal aos brasileiros”.

Após a concentração na Praça da Liberdade, os manifestantes saíram na Avenida Cristóvão Colombo em passeata até a Praça da Savassi. Na Savassi, o protesto começou a se dispersar.

Aécio Neves é ovacionado por manifestantes durante protesto na Praça da Liberdade, em BH (Foto: Pedro Ângelo/ G1)
Aécio Neves é ovacionado por manifestantes durante protesto na Praça da Liberdade, em BH (Foto: Pedro Ângelo/ G1)
Manifestação na Praça da Liberdade em Belo Horizonte (Foto: Raquel Freitas/ G1)
Manifestação na Praça da Liberdade em Belo Horizonte (Foto: Raquel Freitas/ G1)
Bloco da Papuda chega à Praça da Liberdade, em BH, com gritos de fora PT no 3º ato realizado contra o governo Dilma Rousseff (Foto: Raquel Freitas/ G1)
Fonte: G1

 

Confira também

Com nova regras, aplicação do Enem 2020 começa neste domingo

Cerca de 5,8 milhões de estudantes estão inscritos para realizar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) …