“Urgência de projeto que retira da Petrobrás a exclusividade na exploração do pré-sal é inoportuna”, diz Simone Tebet

“Avançar, sim …. Atropelar o futuro, jamais”, disse a senadora Simone Tebet (PMDB-MS) ao criticar a urgência conferida ao projeto (PLS) 131/2015, do senador José Serra (PSDB-SP), que libera a estatal da função de operadora única do pré-sal e a desobriga da participação mínima de 30% dos blocos licitados.
Durante a sessão temática ocorrida no Plenário nesta terça-feira (30) sobre o projeto, Simone disse que não entendia o porquê da pressa em votar a matéria, sem que houvesse debate e votação nas comissões temáticas do Senado, como na Comissão de Constituição e Justiça e na de Assuntos Econômicos, por exemplo. O projeto foi apresentado em 19 de março e tramita com urgência, sendo encaminhado diretamente ao Plenário.
Simone ressaltou que não se deve tratar do tema de maneira açodada neste momento em que a Petrobras está fragilizada pelas denúncias da Lava Jato e tenta se reerguer.
“O projeto é inoportuno e inapropriado neste momento porque poderemos fragilizar ainda mais a empresa que está temporariamente fragilizada”, disse, enfatizando que não estava se referindo ao mérito, mas à pressa para a votação.
Para Simone, urgente é implantar as medidas econômicas necessárias para retomar o crescimento, conter a inflação, estancar o desemprego.
A senadora destacou que se trata de uma riqueza gigantesca do Brasil e que as alterações devem ocorrer com muito debate, responsabilidade, e equilíbrio.

Confira também

Vereador executado em Ponta Porã será velado neste sábado

O vereador por Ponta Porã, Farid Afif (integrante do então partido DEM que se transformou …