Rota do Desenvolvimento fortalece o interior e transforma economia de Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) – A primeira edição da Rota do Desenvolvimento, que aconteceu de 21 a 23 de julho no município de Nova Andradina contou com a participação de 1023 pessoas – pequenos comerciantes, produtores rurais, potenciais empreendedores, empresários e representantes dos municípios – que usufruíram das 200 atividades gratuitas e serviços especializados oferecidos na estrutura montada no campus da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). A ação foi realizada pelo governo do Estado e Sistema S, em parceria com outras 40 entidades do setor produtivo de Mato Grosso do Sul, com o objetivo de fortalecer os municípios do interior e criar um novo paradigma de desenvolvimento, baseado na sustentabilidade, descentralização e diversificação.

“A Rota do Desenvolvimento é uma ação estratégica do governo do Estado e uma parceria inédita da administração estadual com o setor produtivo. É ainda um compromisso assumido pelo governador Reinaldo Azambuja de estabelecer uma nova economia para o Estado, promovendo o desenvolvimento equilibrado das regiões do interior, estimulando o crescimento das micro e pequenas empresas (MPEs) com sustentabilidade, ciência, inovação e tecnologia”, disse o secretário adjunto da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade), Ricardo Senna. Ele representou o governador e o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck no evento.

“O governo estadual vestiu a camisa dos pequenos negócios, que representam 98% das empresas instaladas em Mato Grosso do Sul. Precisamos dar condições para que esses empreendedores, que são pequenos agora, vislumbrem um novo leque de oportunidades e possam, inclusive, se expandir”, afirmou Ricardo Senna. Ele lembrou ainda que a Rota do Desenvolvimento é um dos eixos de atuação do Programa de Apoio aos Pequenos Negócios (Propeq), que está ligado ao Plano de Desenvolvimento da Nova Economia Sul-Mato-Grossense (Pronova).

Atendimentos e parceria de sucesso

A parceria do governo do Estado com o Sistema S e outras 40 entidades representativas do setor produtivo fortaleceu o interesse comum de promover o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul e proporcionou condições diferenciadas de se identificar oportunidades em momentos de crise. Nos três dias de realização da Rota do Desenvolvimento, cerca de 800 pessoas, entre microempreendedores individuais, produtores rurais, proprietários de micros e pequenas empresas puderam usufruir de atendimento especializado nas áreas de crédito, gestão, empreendedorismo, capacitação profissional, serviços educacionais, normas técnicas, educação, licenciamento ambiental e cooperativismo.

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade) – por meio do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Junta Comercial de Mato Grosso do Sul (Jucems) e Agência Estadual de Metrologia de MS (AEM-MS) – tirou dúvidas sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR), licenciamento ambiental e realizou palestras e dezenas de atendimentos com orientações sobre legislação e prevenção.

Os irmãos Rafael e Bruno Yassunaka, da empresa BSY Consultoria Ambiental – que atua em Nova Andradina – foram atendidos pelos técnicos do Imasul e elogiaram a Rota do Desenvolvimento. “É um evento de grande importância e auxílio para o nosso trabalho e também de nossos clientes”. Rafael e Bruno tiraram várias dúvidas ligadas ao novo manual de licenciamento ambiental e sobre o CAR.

Confira também

MS já soma 127 notificações de dengue em 2021

O SES (Secretaria Estadual de Saúde) divulgou, nesta quarta-feira (13), o primeiro boletim epidemiológico de …