Fim do governo Dilma é a melhor maneira de resolver crises que atingem Brasil, defende líder

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), subiu ao palco da 12ª Convenção Nacional do partido, realizada neste domingo (5), em Brasília, e destacou os malfeitos do governo petista para o Brasil. O tucano disse que a solução para as crises na saúde, segurança e educação é uma só: o fim da gestão Dilma.

“Não existe melhor proposta à nação que o compromisso da bancada nacional de não se quedar inerte diante das atrocidades que este governo faz ao país, de se manter firme combatendo até afastarmos legalmente este governo que tanto mal fez e faz ao nosso país”, destacou

“O PT deixou nosso país doente e a melhor coisa para retomar a saúde é o TSE cassar a presidente e afastar esse governo corrupto e mentiroso”, afirmou. Não tem como falar em segurança sem lembrar o saque aos cofres da Petrobras promovido pelos petistas no petrolão, destacou o líder. “O PSDB quer ver na cadeira esses petistas corruptos que desviaram dinheiro do povo para seus próprios bolsos”, completou. As mentiras de Dilma impedem o Brasil de ser de fato a “pátria educadora”, lamentou o líder.

Sampaio ressaltou o orgulho de dividir o palco com lideranças importantes do PSDB, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o senador José Serra e o governador Geraldo Alckmin. Ele lembrou que, na última convenção do PT, vários líderes não compareceram porque estavam presos.

O parlamentar integra a nova Executiva tanto por ser líder da bancada como também por responder pela vice-presidência Jurídica da legenda.

Confira também

Prefeitos decidirão sobre Carnaval, diz governador

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), declarou nesta sexta-feira (26), que …