Puccinelli diz não e frustra expectativa de confronto com Zeca do PT

Disputa deve ser adiada para 2018

Indagado sobre a possibilidade de um novo confronto com Zeca, agora em 2016, o ex-governador foi taxativo, afirmando que a disputa não ocorrerá. “Eu não sou candidato”, afirmou, sem comentar a possibilidade de Zeca ser prefeito.

Se Puccinelli aceitasse o confronto, esta seria a terceira vez que a dupla se enfrentaria. Ele venceu duas vezes: em 1996, na Prefeitura de Campo Grande, e em 2010, na disputa pelo Governo do Estado.

Apesar do não de Puccinelli, o eleitor que acostumou-se com o debate acalorado das duas lideranças pode voltar a ver  o confronto em 2018, caso Zeca também não seja candidato. Isso porque o ex-governador já avisou que se Delcídio não quiser, será ele o candidato do partido ao Governo do Estado.

Zeca deu a Delcídio o direito de escolher se quer ser candidato ao governo ou ao Senado, afirmando que vai disputar um dos dois cargos. Já Puccinelli não quer ir para Brasília. Assim, se for candidato, será ao Governo do Estado.

Confira também

Com pandemia e home office, MPMS gastou R$ 1,4 milhão em diárias em 2020

Em ano de pandemia com adoção do regime de teletrabalho, o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) …