PSDB quer aproveitar “onda boa” e dobrar número de prefeitos em MS

O PSDB planeja aproveitar a “onda boa”, iniciada com a eleição de Reinaldo Azambuja, e dobrar o número de prefeitos em Mato Grosso do Sul. Esta é a expectativa do presidente regional da sigla, que deve ser reeleito hoje, e secretário estadual de Fazenda, Márcio Monteiro.

Ao chegar para a convenção tucana na Assembleia Legislativa, que acontece neste sábado, ele ressaltou que o grande desafio é a eleição de 2016, quando serão eleitos prefeitos e vereadores.

No comando de 11 prefeituras, os tucanos pretendem eleger, no mínimo, 24 prefeitos no próximo ano. A meta é recuperar o prestígio da época de Fernand Henrique Cardoso, presidente da República por dois mandatos. No final da gestão tucana na Presidência da República, em 2002, o PSDB tinha o comando de 24 cidades sul-mato-grossenses. “Dá para chegar neste número”, destacou Monteiro.

O reforço já começa neste ano com a adesão dos prefeitos de Sonora e Santa Rita do Pardo. Outro reforço é o ex-deputado federal Marçal Filho, que deixa o PMDB para ingressar no ninho tucano. Ele participa da convenção tucana na manhã de hoje, mas só vai assinar a ficha de filiação em Dourados.

Segundo Márcio Monteiro, o PSDB voltou a surfar na “onda boa”. Para aproveitar o bom momento, graças a liderança do governador Reinaldo Azambuja, os tucanos vão lançar candidato próprio nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

“O PSDB tem uma grande missão, não só em Mato Grosso do Sul, mas no Brasil”, frisou o dirigente regional. Ele disse que o partido pretende conciliar o capital com trabalho de forma justa.

Monteiro contou que outras lideranças importantes, inclusive com mandato eletivo, devem se filiar ao PSDB até o fim do prazo legal para disputar as eleições do próximo ano.

O objetivo é recuperar-se do esvaziamento ocorrido após Fernando Henrique ter deixado a presidência da República e Marisa Serrano ter perdido a disputa para o Governo para Zeca do PT em 2002. “A liderança do Reinaldo voltou a recuperar (o espaço)”, disse Monteiro.

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB), deu a receita para continuar em alta. “Para manter esse bom momento, devemos ouvir as pessoas e resolver os problemas”, disse.

“O PT teve a sua vez, o PMDB teve a sua vez, agora é a vez do PSDB”, ressaltou Modesto.

O plenário do legislativo estadual está lotado e deverá contar com a presença do governador, deputados e filiados do partido. Márcio Monteiro é candidato a presidente em chapa única e será reconduzido para mais um mandato.

Confira também

Governador recebe honraria do Poder Judiciário em reconhecimento aos serviços prestados a MS

O governador Reinaldo Azambuja foi homenageado na noite desta nesta sexta-feira (03), com a honraria …