Presidente do Sesi conhece novo modelo de gestão em saúde e segurança do trabalho de MS

Durante reunião realizada nesta terça-feira (23/06) no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, apresentou ao presidente do Conselho Nacional do Sesi, Gilberto Carvalho, o novo modelo de gestão do Sesi de Mato Grosso do Sul na área de saúde e segurança do trabalho. “Esse plano de ação será uma grande contribuição para o Sesi Nacional e também para o País. Para isso, pretendo nacionalizar essa experiência realizada em Mato Grosso do Sul”, disse Gilberto Carvalho.

Sérgio Longen reforçou que o novo modelo de gestão do Sesi na área de saúde e segurança do trabalho passa a prestar um serviço de consultoria às empresas com a indicação de mecanismos que mostram resultados efetivos, tratando questões como a redução do absenteísmo (faltas ao trabalho por inúmeras razões) com o acompanhamento e análise mensal de atestados de acordo com a CID (Classificação Internacional de Doenças), entre outras ações. “A intenção desse novo Sesi é impactar diretamente da vida do trabalhador com a humanização do trabalho e trazendo as melhores práticas com resultados para o empresário, trazendo um canal de comunicação entre a empresa e o Sesi”, pontuou.

O superintende do Sesi de Mato Grosso do Sul, Bérgson Amarilla, que também participou da reunião, destacou que as ações visam contribuir para a melhoria das áreas de educação e saúde e que a atuação do Sistema Fiems compreende uma ação integrada do Sesi e do Senai. “O nosso objetivo é unir as expertises para melhor atender nosso público que são as indústrias”, afirmou.

Já o diretor-regional do Senai de Mato Grosso do Sul, Jesner Escandolhero, apresentou o Programa Senai de Ecoeficência (PSE), que classifica a eficiência ambiental das indústrias, permitindo a ampliação em até 5% do percentual do benefício fiscal já concedido pelo Governo do Estado. “Adotando medidas responsáveis e ecológicas, as empresas ganham benefícios mediante a efetividade do plano técnico de sustentabilidade ambiental”, disse, destacando que a execução do PSE conta com a parceria do Sesi por meio do EcoSesi Observatório Socioambiental de Bonito.

Confira também

MS é 1° no Centro-Oeste e 7° no ranking nacional de ambiente e potencial de negócios

Com investimentos, desburocratização e política de incentivos fiscais, Mato Grosso do Sul lidera a região …