Heptacampeão paranaense de Taekwondo procura por patrocinadores para se manter na Seleção Brasileira e continuar treinando para as Olimpíadas

Sem patrocínio, atleta não consegue disputar campeonatos nacionais e internacionais

Sete vezes campeão paranaense, duas vezes Vice-Campeão Brasileiro, Tricampeão da Copa do Brasil. Mesmo com todos os títulos e os mais de 100 campeonatos disputados, John Lee da Silva, de 21 anos, corre o risco de sair da Seleção Brasileira de Taekwondo por falta de patrocínio.

O jovem atleta, natural de São José dos Pinhais, mora há 5 anos em Londrina, onde treina com a Seleção. Começou a lutar com 7 anos, mas treinava com o pai, o mestre José Nilson da Silva, desde os quatro. Aos nove já lutava pela Categoria Juvenil da Seleção Brasileira. E graças aos bons resultados, aos 16 foi convidado a entrar na seleção principal.

“Recebi o convite do técnico Fernando Madureira para treinar em Londrina e me mudei aos 16 anos. Foi um período bem difícil, porque eu não estava acostumado a fazer dois treinos por dia e de alto rendimento. E também foi difícil para me manter, já que a minha família não tinha condições de me ajudar”, conta o atleta.

Treinando há cinco anos pela seleção principal, John Lee competiu o Campeonato Mundial de Taekwondo, na Rússia no mês passado onde acabou quebrando a mão em uma luta e por isso pode perder a bolsa atleta por não conseguir a pontuação necessária para renovar o auxílio.

“A maioria dos atletas recebe apoio mensal para se manter na cidade e continuar treinando. Muitos desistem de lutar porque falta esse patrocínio. Sem isso não tem como participarmos dos campeonatos nacionais e internacionais. Meus pais apoiam, mas não tem condições de me ajudar financeiramente”, explica.

O atleta em busca do sonho olímpico tem a esperança de que no país do futebol alguém se preocupe com outros esportes.

Confira também

Com nova regras, aplicação do Enem 2020 começa neste domingo

Cerca de 5,8 milhões de estudantes estão inscritos para realizar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) …