Empreendimento turístico de Jardim reabre após manutenção e novos mirantes

Após um período de cinquenta dias fechado para manutenção e troca dos mirantes, a Reserva Particular do Patrimônio Natural Buraco das Araras (RPPN), voltou a receber turistas de todo o país desde o inicio da semana. A solenidade de reabertura do empreendimento turístico, situado no município de Jardim (MS), aconteceu na tarde do último domingo, 21 de junho, com a presença do empresário Modesto Sampaio e família, além de autoridades, colaboradores e amigos do atrativo conhecido nacionalmente.

Entre os convidados, o comandante da 4ª Companhia de Engenharia e Combate Mecanizada de Jardim, Major Carlos Alberto França Magalhães; o secretário executivo da ATRATUR (Associação dos Atrativos Turísticos de Bonito e Região), Gustavo Almeida; o gerente de relacionamento do Banco do Brasil de Jardim, Ivan Novaes Sanches; a proprietária do Camping e Balneário do Assis, Henriqueta Scherer; o biólogo Antônio Carlos Piazzer, além de representantes da mídia estadual, Walter Luís Nunes e Danny Dorsa, do Jornal de Domingo; Paulo Abílio, do Jardim Noticias; e Zadrik Mendonça, do ZDK News.

Falando em nome da família, o gerente geral do Buraco das Araras, Rooswelt Sampaio, disse que este era um momento muito especial para todos. Destacou o trabalho de uma grande equipe de profissionais que, de mãos dadas, atuaram em um único objetivo – oferecer segurança, qualidade e a melhor imagem do empreendimento turístico que nasceu dos sonhos de uma família e hoje ganhou o mundo. “Foram quase dois meses de muita correria e preocupações para que tudo ficasse como havíamos projetado. Estamos todos muito contentes, afinal, estamos voltando à ativa, trazendo para nossos turistas brasileiros e estrangeiros, os novos mirantes do RPPN Buraco das Araras, com segurança e modernidade”, disse Sampaio, agradecendo também os inúmeros parceiros envolvidos na concretização deste projeto.

Após a benção feita pelo Padre Willian Escobar e pela Pastora Lucinéia Sampaio, os convidados foram divididos em grupos e conduzidos por guias turísticos aos novos mirantes, conhecendo de perto os investimentos feitos na maior dolina da América Latina. Em seguida, o artista jardinense Osmar da Gaita fez uma apresentação especial aos convidados, finalizando com um coffebreak.

RPPN Buraco das Araras

Antes de se tornar uma unidade de conservação, a área onde se localiza o Buraco das Araras sofreu muita degradação por parte de pessoas que não conseguiam compreender a importância do lugar. Esta situação mudou quando os atuais proprietários compraram a Fazenda Alegria e desde então direcionaram esforços para sua conservação, culminando com a criação da RPPN Buraco das Araras em 12 de abril de 2007, com 29 hectares de área protegida. Além da dolina, seu atrativo mais conhecido, a RPPN protege um fragmento de Cerrado, com rica flora e fauna, sendo as araras-vermelhas as habitantes mais famosas.

Após a criação da RPPN, foi elaborado o Plano de Manejo e, em seguida, instalado um viveiro de mudas para auxiliar na recuperação do cerrado, reforçando seu compromisso ambiental.

Embora de início houvesse uma pequena exploração pecuária na propriedade, hoje a única atividade econômica é o ecoturismo, possibilitando a sustentabilidade local junto com sua conservação e ainda permitindo educação ambiental dos visitantes. Com isso, a RPPN Buraco das Araras cumpre com os principais objetivos desta unidade de conservação.

 

Texto e fotos – Paulo Abílio

 

Confira também

VÍDEO: Com incêndios no Pantanal, presença de onças em Corumbá é cada vez mais frequente

Os incêndios que se alastraram pelo Pantanal sul-mato-grossense ainda deixam rastros de destruição. Como consequência das queimadas …