Em 90% das escolas, alunos têm aulas após 28 dias de paralisação dos professores

A greve parcial dos professores da Rede Municipal de Ensino (Reme), que nesta segunda-feira entra no 28º dia, continua se esvaziando e a semana começa com aulas em 90% das escolas. Levantamento da Secretaria de Educação, mostra que o movimento persiste em apenas 10 das 94 escolas.

Desde 2011, os professores obtiveram reajustes acumulados de 62,78%, três vezes acima da inflação, que no período ficou em 24,10%. Estes aumentos impactaram em 95% a folha de pagamento dos professores, que passou de R$ 20,7 milhões para R$ 40,4 milhões. O salário-base passou de R$ 1.564.06 para R$ 2.546,06 (de licenciatura).

Segundo o secretário de Administração, Wilson do Prado, praticamente desde a década de 1990, quando foi realizado o último concurso com vaga para normalista, a Prefeitura só contrata professores com nível superior. Desde 2008, com a entrada em vigor da lei complementar 20 (que institui o plano de cargos e carreiras do magistério), o salário do normalista é referência para fixar a remuneração dos professores com nível superior.

Confira também

Procon: pesquisa do Dia de Finados mostra diferença de até 500% no preço dos produtos

Pesquisa do Dia de Finados realizada pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS) …