Auxiliar de serviços é preso suspeito de estuprar filha e enteada em MS

Meninas de 10 e 12 anos disseram à polícia que eram abusadas há 2 anos.
Suspeito nega acusações, segundo delegado. Avô materno denunciou caso.

Um homem de 29 anos foi preso suspeito de abusar sexualmente da filha de 10 anos e da enteada de 12 anos em Campo Grande. O mandado de prisão por estupro de vulnerável foi cumprido pela Delegacia Especializada de Proteção a Criança e Adolescente (DEPCA) na madrugada desta quinta-feira (18).

Segundo o delegado responsável pelo caso Paulo Sergio Lauretto, o auxiliar de serviços gerais foi denunciado pelo avô materno das vítimas.

“Em depoimento as meninas disseram que ele passava as mãos nas partes íntimas e as agredia, mas ele nega a acusação”, explicou o delegado ao G1.

Lauretto ainda disse que, em depoimento, as crianças relataram que os abusos ocorriam há dois anos, mas que somente no dia 25 de maio comentaram o caso com a mãe, depois de sofrerem diversos abusos durante a madrugada.

As vítimas ainda afirmaram que a mãe não acreditou no relato sobre abusos e agressões, por isso comentaram também com o avô materno, que denunciou o caso à polícia.

Exames de conjunção carnal foram realizados para confirmar ou descartar o abuso. O suspeito está preso preventivamente e aguarda a conclusão do caso, que foi registrado como estupro de vulnerável pela DEPCA. Ele tem passagem por violência doméstica contra a mãe das vítimas.

Confira também

Pesquisa revela que 1,3 mil municípios ficaram sem segunda dose

Nesta semana, 1.305 cidades ficaram sem a segunda dose da vacina contra a covid-19 para …