Assembléia Legislativa oficializa comissão para fiscalizar obras do Aquário

Foi publicado no Diário Oficial de sexta-feira (12), o Ato 04/15, que cria a Comissão de Representação da Assembleia Legislativa que vai acompanhar as obras do Aquário do Pantanal.

A Comissão tem como membros titulares os deputados Renato Câmara (PMDB), Amarildo Cruz (PT), Lidio Lopes (PEN) e Marcio Fernandes (PTdoB) e Angelo Guerreiro (PSDB). Os suplentes são os deputados Maurício Picarelli (PMDB), João Grandão (PT), Paulo Corrêa (PR), Beto Pereira (PDT) e Flávio Kayatt (PSDB).

Os parlamentares terão a missão de acompanhar a execução orçamentária, financeira e das obras in loco do Centro de Pesquisa, Desenvolvimento, Inovação e Difusão do Conhecimento sobre Biodiversidade Pantaneira, também denominado como Aquário do Pantanal.

Quando iniciou em 2011, a obra foi orçada em R$ 25 milhões. Atualmente o valor final do Aquário está estipulado na ordem de R$ 230 milhões. A última previsão é de que a construção seja concluída em 2016.

Com 18 tanques internos e 6 tanques externos, totalizando um volume de água de 6,275 milhões de litros, o Aquário foi projetado para ser uma fonte turística da Capital e um centro de geração e difusão do conhecimento sobre a biodiversidade do Mato Grosso do Sul com foco na biodiversidade aquática.

Uma das atuais preocupações da Comissão é em torno do Projeto de Quarentena dos Peixes que irão ficar nos tanques do Aquário. Os animais estão em quarentena em tanques improvisados na sede da Polícia Militar Ambiental até a conclusão da obra.

O governo do Estado não descarta pedir o ressarcimento do valor já desembolsado caso seja comprovada fraude em relatórios de empresa.

 

Fonte: Douradosnews

Confira também

Riedel busca reaproximação com prefeitos

A tensão da semana passada entre vários prefeitos, empresários e o núcleo responsável pela gestão …