Prefeito Heitor Miranda recebe visita do Embaixador do Paraguai em Porto Murtinho

O prefeito Heitor Miranda, recebeu na manhã de hoje, excelentíssimo S.R. Manoel Maria Cáceres, embaixador do Paraguai em Brasília.

O embaixador foi recepcionado pelo prefeito Heitor junto com sua comitiva no aeroporto de Murtinho junto com autoridades do Brasil e Paraguai.

Em seguida, se deslocaram até o cine teatro, onde o embaixador Manuel, foi recepcionado pelo pelas crianças de nossos projetos sociais, como meninas cantoras e orquestra de violões.

A orquestra de violões composto somente por seus professores, presenteou o embaixador com músicas regionais e o surpreendeu com a musica “a mi manera“ tocada através do violino.

Em seguida, as meninas cantoras, apresentaram três musicas que encantaram o embaixador.

Após, as apresentações culturais, o prefeito Heitor, usou da palavra para agradecer ao embaixador Manuel, por ter se deslocado de Campo Grande, onde no dia anterior estava com o governador Reinaldo Azambuja, para conhecer a nossa Porto Murtinho, e também conhecer o projeto da rota da integração que há mais de 30 anos, vem sendo plantando , um projeto, que muitos achavam ser “ sonho de louco “, mas, que agora vem se tornando realidade, uma vez, que autoridades, do Brasil e Paraguai, em especial, Mato Grosso do Sul, com Carmelo Peralta e Vallemi, hoje enxergam a integração, através da pontes, como única maneira de se alavancar a economia e atrair investimentos e geração de empregos tanto para a nossa região.

“Todos nós temos carregado esse sonho, acalentado esse sonho, de forma que eu quero dizer pro senhor que este dia 06 de maio de 2015, ficará marcada na nossa história como uma data importantíssima, nesse passo a mais que estamos dando para concretizar esse sonho que é a Integração do Brasil com a República do Paraguai. Nós nascemos em função do rio, a nossa colonização aconteceu pelo rio. Com o advento da ferrovia e das rodovias, ligando a São Paulo, nós ficamos de costas para o rio Paraguai e ficamos de frente para o Atlântico, e isso, causou um isolamento muito grande pra nossa região, tanto para Murtinho, Corumbá e Cáceres, ficamos ilhados, marginalizados, até compreendermos que se virássemos para o Oeste, nós teríamos uma saída pelo Pacífico, e procuramos esse sonho, onde várias pessoas se envolveram desde o começo a mais ou menos vinte e cinco anos atrás, nesse processo. Gostaria de dizer embaixador Manuel, que Murtinho ao longo de seus 103 anos de emancipação, teve a felicidade e a honra de receber dois embaixadores no Brasil que era o embaixador Carlos Mena, que é do Chile que veio aqui mais ou menos em 1999 ou 2000 e agora a honrosa visita do embaixador Manuel Maria Cáceres.

Eu sei que o presidente Cartes hoje é um fanático defensor desse projeto, porque é o futuro nosso, é o futuro do Paraguai e é o futuro do estado de Mato Grosso do Sul, e da região Centro Oeste do Brasil, esta é uma obra grandiosa e a sua presença aqui, eu tenho certeza que vai garantir o acordo a preparação da minuta do acordo binacional pra confecção da ponte sobre o rio Paraguai pra trilharmos essa rota.

O corredor bi oceânico é importante sob três aspectos, o econômico, como o transporte de importação e exportação de grãos. No turismo, da gente ligar o grande deserto do Atacama, os Andes, com o Chaco, Argentino, Uruguaio e Paraguaio, o Chaco brasileiro que fica aqui em Murtinho e o circuito de águas de Bonito e nosso Pantanal, acredito que Murtinho vai ser diferente, vai crescer eu consigo ver uma Murtinho, próspera junto com Carmelo Peralta e Isla Margarida e por isso temos que preparar o nosso povo, para que estejam preparados para essa mudança, para que se qualifiquem antes que venham pessoas de fora e abocanhem tudo que temos aqui, portanto, temos que estar preparados para esse crescimento. E não podemos nos esquecer de nossa ligação com Vallemi através do Apa, essa ligação é norte sul, com Porto Murtinho-Vallemi – Concepcíon -Asunción, são duas pontes importantes sobre o Apa que vai integrar setores diferentes. “Tenho certeza de que essa sua visita aqui em nossa cidade, mesmo que rápida, vamos dar um grande passo para ficarmos mais próximos de concretizarmos esse nosso sonho que vai transformar região e nos tirar definitivamente do total isolamento.” – Disse Heitor Miranda em suas palavras.

Logo em seguida, o prefeito Heitor Miranda, presenteou o embaixador com um cd das meninas cantoras, um livro e um documentário da rota da integração Bioceânica.

O embaixador Manuel Maria Cáceres começou a sua fala cumprimentando a todos os presentes e autoridades.

“Eu nunca ouvi anjos cantando… mas acredito que se cantam, devem ser muito parecido com as meninas cantoras. Quero aqui dizer que vamos leva-las para o Paraguai em Asunción, eu assumo esse compromisso de leva-las para cantarem internacionalmente.” – Disse o embaixador ao sentir-se muito emocionado com as nossas meninas uma vez que elas este ano completam dez anos de projeto e atendendo a um pedido especial da primeira dama D. Miriam, em presenteá-las com uma viagem para conhecer um pouco mais de nosso país irmão.

“O prefeito Heitor, nos apresentou uma agenda de trabalho muito grande, que acho que vou ter de mudar a embaixada do Paraguai em Brasília aqui pra Porto Murtinho, para que possamos trabalhar juntos nesses projetos” – brincou o embaixador. “Eu assumo esse compromisso tão importante que temos de tomar com toda a seriedade não sei, se conseguiremos realizar tudo, mas temos de nos esforçar para que tornemos realidade tudo o que estiver ao nosso alcance e isso iremos fazer. O prefeito nos apresentou toda a história que eu acho muito importante porque antes de darmos um impulso para o futuro, devemos olhar para o passado e conhecer nossa história. Acho que a integração é muito importante, principalmente na área fronteiriça, a semente da integração está em todos que moram na fronteira. Vamos construir essa ponte, essa ponte será uma realidade, hoje estamos praticamente finalizando os acordos entre o Brasil e o Paraguai e acredito que ainda neste semestre iremos fechar esses acordos que ainda tem de passar pelo nosso congresso no Paraguai, mas com tantos esforços que foram feitos até o dia de hoje, acho que estamos muito mais perto de iniciarmos as obras. Murtinho e Carmelo Peralta, tem de estar preparado para esse futuro porque o impacto vai ser muito grande. Tenham como exemplo Ciudad del Este que a cinquenta anos atrás, era tudo mata e isolamento e como vocês podem ver o que acontece com essa integração que foi feito entre Foz do Iguaçu e Cidad del Este, é uma coisa extraordinária e eu acredito que o reflexo do progresso que ocorre nessas áreas se dará aqui nesta zona isolada do Brasil e do Paraguai que serão transformados em um centro de integração, integração rodoviária, ferroviária fluvial e digo que temos de estar preparados para essas grandes transformações. Devo voltar a Porto Murtinho, com mais tempo e vamos seguir trabalhando firmemente para que esse desenvolvimento ocorra logo. Sou convencido da necessidade dessas pontes e a maior parte de meu trabalho atualmente na embaixada é que esse acordo seja selado, essa é a prioridade que o presidente Horácio Cartes deu para nós da embaixada, então eu estou muito feliz, emocionado, de estar aqui com vocês e finalizo reiterando o meu compromisso com esta “Integração desta área de Porto Murtinho com Carmelo Peralta.” – Finalizou o embaixador Manuel.

Logo após, o prefeito Heitor recepcionou a comitiva do embaixador com um delicioso almoço em sua residência, onde a primeira dama d Mirian Conceição, presenteou a todos com lindo trabalhos artesanais confeccionados pelos projetos sociais.

Porto Murtinho vive uma nova fase rumo ao desenvolvimento, uma vez que o próprio governador Reinaldo Azambuja, está empenhado em reativar o porto de exportação de Murtinho e também criar o corredor sanitário para que os gados do Paraguai sejam abatidos no frigorifico da cidade que está desativado pouco mais de um ano. O governador também esteve com o presidente do Paraguai Horácio Cartes, tratando da rota da integração bioceânica. Porto Murtinho um sonho de um futuro de grandes conquistas que está prestes a ser realizado, um sonho de mais de trinta anos que agora esta a um passo de transformar toda a região centro oeste do Brasil, atraindo desenvolvimento e alavancando a economia de nossa região.

Confira também

Chamar clientes ‘no grito’ vira febre no Centro e pode render até R$ 1 mil por semana em Campo Grande

Ao caminhar pelas ruas de Campo Grande, principalmente na região central da cidade, encontrar pessoas …