Parceria entre o Governo e o CIEE coloca estudantes universitários no mercado de trabalho

Campo Grande (MS) – Parceria entre o Governo do Estado e o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) vai estimular a entrada de jovens universitários no mercado de trabalho. Nesta terça-feira (19), durante a 1ª Edição de Inverno do Programa Vale Universidade, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, a vice-governadora e secretária de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, Rose Modesto, assinou termo de cooperação com a agencia de estágios que pode beneficiar alunos do ensino superior de Mato Grosso do Sul.

“Através dessa cooperação, o CIEE vai estimular os empresários a contratarem os universitários”, resumiu a supervisora do CIEE Mato Grosso do Sul, Aline Santos. Segundo ela, o termo estabelece que candidatos não selecionados no programa Vale Universidade ficarão cadastrados em um banco de dados para serem encaminhados às oportunidades de estágios, tanto em empresas privadas quanto em órgãos públicos.

Além disso, segundo Aline, estudantes pertencentes ao Vale Universidade e do Vale Universidade Indígena terão acesso aos cursos de capacitação do CIEE de forma gratuita. “Nós temos 32 cursos de capacitação profissional, postura no mercado, atualização gramatical e outros. Então nós vamos oferecer gratuitamente aos estudantes do Vale Universidade o acesso a esses cursos do CIEE”, afirmou.

Para a coordenadora do programa Vale Universidade, Karla Sandin, a parceria entre o Estado e o CIEE é mais um benefício ao universitário. “A partir da assinatura desse convênio, temos a oportunidade de inserir esse acadêmico no mercado de trabalho por meio do CIEE, que além de reunir oportunidades ainda oferece cursos on-line. Assim o acadêmico pode encontrar mais uma saída para pagar seus estudos e ainda qualificar-se”, disse.

Para candidatar-se ao Vale Universidade, o acadêmico deve estar matriculado em instituição de ensino no Estado que tenha convênio com o programa. Em MS, a grande maioria das instituições está conveniada com exceção dos cursos à distância.

O aluno deve ter renda individual máxima de R$ 1.448,00 enquanto a familiar não pode ultrapassar R$ 2.896,00. A lista de documentos será disponibilizada em edital nos dias apontados para inscrição no site: www.sedhast.ms.gov.br.

Confira também

Procon: pesquisa do Dia de Finados mostra diferença de até 500% no preço dos produtos

Pesquisa do Dia de Finados realizada pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS) …