Gilmar Olarte reúne vereadores para explicar investigação do Gaeco

Prefeito disse não ter novidades no inquérito

O prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte reuniu vereadores na manhã desta segunda-feira (18) para explicar a investigação do Gaeco (Delegacia Especializada de Repressão ao Crime Organizado) que envolve seu nome por cerca de duas horas na Esplanada Ferroviária.

Reunidos desde as 10h da manhã a portas fechadas e com impedimento de acesso feito por oito seguranças, vereadores da base e alguns independentes foram vistos no local.

Somente o presidente da Câmara Mario Cesar (PMDB), Paulo Siufi (PMDB), Vanderlei Cabeludo (PMDB), Chiquinho Telles (PSD), Coringa (PSD), Herculano Borges (SD), Flávio Cesar (PT do B), Magali Picarelli (PMDB), Carlão (PSB), Betinho (PRB), Chocolate (PP) e Francisco Saci (PRTB) compareceram a reunião de explicação do prefeito.

Todos afirmaram que Olarte disse não ter novidade sobre o inquérito do Gaeco, que teve o sigilo quebrado desde o início do ano. Ele citou a matéria veiculada pelo programa Fantástico ontem, em rede nacional, e qualificou o conteúdo como “requentado”.

Veiculada sem novidade, a matéria pareceu ao prefeito como “intencional para agravar a crise pela qual passa a prefeitura”, citando a baixa nos cofres e negociações salariais.

“Realmente percebemos que não há nada novo. Todo mundo esperava uma notícia nova, algo que fosse motivo para uma nova investigação”, alegou o presidente da Câmara. Em troca, os vereadores cobraram maior diálogo com a Câmara sobre a situação da prefeitura.

Carlão (PSB) disse que a investigação faz parte da vida pessoal do prefeito. “Ele mesmo tem que cuidar disso junto a Justiça. Ele tem que cuidar da cidade”.

Para Paulo Siufi, o prefeito precisa de mais reuniões como esta com os vereadores. “Se tivermos mais conversas olho no olho, podemos dar mais respostas a população sobre falta de médicos, asfalto. Mas o Olarte disse que está organizando tudo e que este será um novo tempo na cidade”.

 

Fonte: Midiamax

Confira também

Toque de recolher é prorrogado em MS

Para conter a propagação do vírus causador da Covid-19, diminuir o número de infecções e …