Edil deixa liderança de Olarte que fica sem representante na Câmara

Prefeito da Capital já convidou parlamentares que recusaram a função

O vereador Edil Albuquerque (PMDB) deixou a liderança do prefeito Gilmar Olarte (PP) na Câmara Municipal de Campo Grande. Em nota distribuída nesta sexta-feira, 22 de maio, ele explica que está entregando o posto depois de ajudar a aprovar incentivos fiscais para 74 empresas que vão investir mais de R$ 680 milhões em Campo Grande. “Desde o princípio esse era o meu compromisso”, esclareceu Edil. Na nota, o vereador expressa ainda gratidão pelo prefeito Gilmar Olarte que ainda não tem outro nome para a função.  Ele já teria feito convites a parlamentares que não aceitaram. O vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), foi um deles, mas teria recusado.  O prefeito enfrenta momento delicado na Câmara Municipal que abriu uma CPI para investigar a gestão dele. Além disso, vereadores de oposição sugeriram a abertura de uma comissão processante contra o prefeito para apurar denúncias do Gaeco de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Também será apurado suposto descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Confira também

Riedel destaca importância da união para MS

O secretário de Infraestrutura do Governo do Estado, Eduardo Riedel, participa do grupo de trabalho, …